Bruno Lage e Pizzi pedem união para superar fase negativa do Benfica

Data:

Bruno Lage e Pizzi, galardoados na quarta-feira como treinador e futebolista do ano, respetivamente, nos prémios anuais do Benfica, pediram “união” após a perda da liderança da I Liga portuguesa para o FC Porto.

Nos Galardões Cosme Damião, realizados no Campo Pequeno, em Lisboa, Bruno Lage considerou ter sido “um ano fantástico e um mês terrível”, mas assegurou que o plantel dos ‘encarnados’ fará “de tudo para dar alegrias” aos adeptos do Benfica, a quem dedicou o prémio.

“Gostaria de dedicar [o prémio] aos benfiquistas, não só aqueles que batem palmas, mas aos que nos assobiam, porque essa é a verdadeira paixão de adepto, é sentir o clube. Nós também estamos tristes. São os primeiros a assobiar, mas de certeza que, horas depois, são os primeiros a dar-nos força para continuarmos”, frisou.

O treinador das ‘águias’, de 43 anos, expressou que a união passa por apoiar “um miúdo de 18 anos [Tomás Tavares] que está em campo e um de 30 anos [Pizzi] que falhou um penálti e saiu a chorar”, usando os dois futebolistas como exemplo.

Os outros nomeados ao prémio de treinador do ano eram Joel Rocha (futsal), Luís Araújo (juniores de futebol), Marcel Matz (voleibol), Paulo Almeida (equipa feminina de hóquei em patins) e Ricardo Santos (natação).

O médio Pizzi, no discurso após receber o prémio de futebolista do ano, apelou aos adeptos benfiquistas para que a ‘onda vermelha’ continue e assegurou que todo o plantel quer festejar, em maio, o campeonato e a Taça de Portugal.

“Sabemos todos que não estamos num momento propriamente fácil a nível desportivo. Trabalhamos com muito trabalho, esforço e dedicação todos os dias e esperamos, no final do ano, estar a festejar a conquista do campeonato e da Taça de Portugal. Todos juntos somos mais fortes, como já mostrámos em outros anos”, afirmou.

Pizzi foi o futebolista mais votado pelos sócios benfiquistas, que escolheram o médio em detrimento dos defesas André Almeida, Rúben Dias e Grimaldo, dos avançados Rafa e Seferovic e da ‘capitã’ do futebol feminino, Darlene.

Já o defesa-central Ferro, futebolista revelação do ano, realçou que, “se há grupo de trabalho que dá a volta a momentos menos bons, é este”.

Os outros nomeados na categoria de futebolista revelação eram Florentino, Jota e Francisca Nazareth, esta última da equipa feminina.

A gala, realizada no Campo Pequeno, em Lisboa, celebrou o 116.º aniversário do Benfica e premiou as figuras que mais se destacaram no universo benfiquista ao longo do último ano.

Entre os vencedores, além de Bruno Lage, Pizzi e Ferro, destacam-se os prémios atribuídos ao canoísta Fernando Pimenta, de atleta de alta competição, e à equipa de voleibol masculino, que arrecadou o prémio de equipa do ano.

Lista dos vencedores dos Galardões Cosme Damião:

Revelação: Ferro

Inovação: Formar à Benfica

Formação: Juniores de futebol feminino

Atleta de Alta Competição: Fernando Pimenta (canoagem)

Mérito e Dedicação: João Sequeira de Andrade

Parceiro do Ano: Junta de Freguesia de São Domingos de Benfica

Projeto do Ano: Juntos por Moçambique

Revelação Modalidades: Rafael Lisboa (basquetebol)

Casa do Ano: Casa do Benfica de Grândola

Equipa do Ano: Voleibol masculino

Carreira: Vítor Martins

Treinador do Ano: Bruno Lage

Futebolista do Ano: Pizzi

Homenagem: José António Martínez

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.