Moradores vão ajudar a definir o que distingue uma Aldeia Histórica de Portugal

Data:

A Aldeias Históricas de Portugal (AHP) lançou a iniciativa ‘Do Conceito à Ação: Definição de Requisitos-Base para a Valorização das 12 Aldeias Históricas de Portugal’.
“O objetivo é definir com clareza o que é uma Aldeia Histórica de Portugal, para depois determinar os mecanismos e requisitos necessários à proteção e valorização” das 12 aldeias explica a AHP.
Durante este mês, uma equipa de técnicos ao serviço da associação está a visitar as 12 Aldeias Históricas de Portugal, para fazer um levantamento e recolher contributos.
Vão recolher impressões de  moradores e comerciantes acerca do conhecimento sobre a transformação urbana verificada, perceção sobre o que distingue e torna a sua Aldeia única, preocupações e anseios em relação ao seu desenvolvimento, e ainda propostas do que poderia ser feito para preservar, valorizar e melhorar a qualidade de vida em cada Aldeia Histórica.
No âmbito da iniciativa, a AHP dinamiza também sessões de debate dirigidas às comunidades locais. Na impossibilidade de poderem estar presentes na sessão na sua aldeia, os cidadãos podem participar de sessões em outras aldeias.
Paralelamente, os cidadãos das Aldeias Históricas são também convidados a preencher um inquérito online, disponível em https://tinyurl.com/ahp-inquerito.

Os moradores vão dar a sua opinião sobre a transformação urbana verificada, o que torna a sua Aldeia única e ainda propostas do que poderia ser feito para preservar, valorizar e melhorar a qualidade de vida em cada Aldeia Histórica.

“A ação constitui a base para a valorização do destino Aldeias Históricas de Portugal, nomeadamente pela via da reclassificação das Aldeias para Sítio/Monumento Nacional, que se espera concretizar até final de 2021, bem como a consolidação do processo de certificação ‘Biosphere Responsible Tourism’ e de outras certificações que reforçam o alinhamento da rede em matéria de sustentabilidade e na verificação de requisitos de classificação UNESCO”, explica a AHP.
A iniciativa é apoiada pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.
Perdidas entre montes e vales da verdejante paisagem do interior de Portugal, repletas de lendas e castelos, sabores e tradições, há 12 belíssimas aldeias: Almeida, Belmonte, Castelo Mendo, Castelo Novo, Castelo Rodrigo, Idanha-a-Velha, Linhares da Beira, Marialva, Monsanto, Piódão, Sortelha e Trancoso.
No território das Aldeias Históricas de Portugal há um sem fim de trilhos para caminhadas e percursos de bicicleta e BTT, como a Grande Rota 22, a maior rota de ‘Walking & Cycling’ em Portugal, com cerca de 600 quilómetros.
As Aldeias Históricas de Portugal são o primeiro destino em rede – à escala mundial –, e o primeiro destino nacional a receber a certificação ‘Biosphere Destination’.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.