Skunk Anansie atuam nos coliseus de Porto e Lisboa em novembro

Data:

A banda britânica Skunk Anansie vai regressar a Portugal para dois concertos, nos coliseus de Porto e Lisboa, em novembro, anunciou hoje a promotora Everything is New.

A banda de “Paranoid & Sunburnt” vai dar início à digressão europeia em Reiquiavique, na Islândia, no dia 24 de outubro, passando pelo Coliseu do Porto em 09 de novembro e pela sala de Lisboa no dia 11 do mesmo mês.

“O estatuto dos Skunk Anansie continua inabalado. 2019 foi também o ano em que a banda foi presenteada com o prémio ‘Hall of Fame’” nos galardões atribuídos pela revista Kerrang, pode ler-se no comunicado da promotora.

A banda, fundada em 1994, é presença habitual nos palcos portugueses, tendo atuado no festival Vilar de Mouros do ano passado, no âmbito da digressão “25LIVE@25”, que assinalou o quarto de século do conjunto da vocalista Skin.

Britânicos Skunk Anansie atuam nos coliseus de Porto e Lisboa em novembro

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.