Vírus: Consulado em Macau aconselha portugueses a seguirem orientações das autoridades

Data:

O Consulado Geral de Portugal em Macau e Hong Kong aconselha comunidade portuguesa a seguir as orientações das autoridades do território, no âmbito das medidas de prevenção face ao novo coronavírus chinês.
Até agora, Macau registou dez casos confirmados de infeção. “O consulado geral de Portugal aconselha a comunidade portuguesa residente em Macau a seguir os conselhos e as orientações das autoridades de saúde pública da RAEM (Região Administrativa Especial de Macau)”, escreveu o cônsul geral, Paulo Cunha-Alves, num e-mail enviado à Lusa.
No mesmo texto, o diplomata sublinhou que, apesar do encerramento dos serviços consulares, foi criado um piquete de atendimento para dar resposta aos casos mais urgentes.
“Os serviços consulares estão encerrados ao público em geral desde o início das festividades do Ano Novo Lunar chinês. No entanto, desde o dia 30 de janeiro que estamos a funcionar com um piquete de alguns funcionários para atender os casos mais urgentes e outros ligados a situações no âmbito da crise do novo coronavírus”, acrescentou.
“Aplicando ao consulado geral as orientações hoje veiculadas pelo chefe do executivo aos funcionários públicos da RAEM, vamos continuar encerrados ao público em geral e manter o piquete de serviço na chancelaria consular”, destacou o diplomata.
“Em correspondência ao apelo e às medidas tomadas pelo governo da RAEM para a prevenção e controlo da epidemia do novo coronavírus e para reduzir o fluxo de pessoas e evitar a sua concentração, o Consulado-Geral de Portugal em Macau e Hong Kong permanecerá encerrado nos próximos dias 3 a 7 de fevereiro”, lê-se na página do consulado na rede social Facebook.
Na mesma nota, é referido que os utentes com marcação de atendimento para esses dias serão contactados para efeitos de reagendamento da data.
Para mais informações e esclarecimento, o consulado geral de Portugal em Macau e Hong Kong pode se contatado através do email info.macau@mne.pt ou pelo envio de mensagem via Facebook.
Para outros assuntos de emergência pode ser contactado pelo e-mail macau@mne.pt ou pelo número telefone 28356660.

Casinos fechados em Macau

O chefe do Executivo de Macau anunciou hoje que os casinos vão suspender alguns serviços durante duas semanas, na sequência de mais dois casos confirmados do novo coronavírus, um deles numa funcionária de um casino.
“Vamos pedir aos casinos para suspender serviços durante duas semanas”, disse Ho Iat Seng em conferência de imprensa, pouco depois de terem sido confirmados mais dois casos de infenção pelo novo coronavírus, aumentando para dez o número de casos confirmados.
Ho Iat Seng admitiu ainda que o território está a ponderar encerrar as fronteiras com a China.
O governante explicou que o encerramento das fronteiras é uma decisão difícil porque é necessário avaliar o impacto no fornecimento de alimentos ao território e porque adiciona constrangimentos à rotina diária de muitos residentes de Macau e de muitos trabalhadores do território que vivem na China.
O responsável apelou ainda à população para que não saia de casa e “reduza ao máximo as atividades comerciais”. “Não posso mandar encerrá-los”, disse, sobre os espaços comerciais, mas “se não tiverem clientes, os próprios comerciantes vão decidir encerrar os negócios”, sustentou.
A China elevou para 426 mortos e mais de 20.400 infetados o balanço do surto de pneumonia no país provocado por um novo coronavírus (2019-nCoV) detetado em dezembro passado, em Wuhan, capital da província de Hubei (centro), que tem cidades sob quarentena, afetando cerca de 56 milhões de pessoas.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.