Caso suspeito de coronavírus no Porto

Data:

A Direção-Geral de Saúde (DGS) informou hoje estar a avaliar o segundo caso suspeito de infeção por Coronavírus em Portugal, estando o mesmo a caminho do hospital de São João, no Porto.

“Este doente regressou da China no dia 22 de janeiro onde teve contacto com um cidadão com provável infeção pelo 2019-nCoV [Coronavírus] e está a ser encaminhado para o Centro Hospitalar Universitário de S. João no Porto, hospital de referência para estas situações”, adiantou, em comunicado.

Um homem está a caminho do Centro Hospitalar Universitário de São João, no Porto, com suspeitas de poder estar infetado com o coronavírus, confirmou à Lusa fonte do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

A DGS acrescentou que fará atualização da situação “logo que seja conhecido o resultado das análises laboratoriais”.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou na quinta-feira uma situação de emergência de saúde pública de âmbito internacional (PHEIC, na sigla inglesa) por causa do surto do novo coronavírus na China.

Uma emergência de saúde pública internacional supõe a adoção de medidas de prevenção e coordenação à escala mundial.

Esta é a sexta vez que a OMS declara uma emergência de saúde pública de âmbito internacional.

Para a declarar, a OMS considerou três critérios: uma situação extraordinária, o risco de rápida expansão para outros países e a exigência de uma resposta internacional coordenada.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.