Deputado Carlos Gonçalves eleito presidente de subcomissão do Conselho da Europa

Data:

O deputado do PSD Carlos Alberto Gonçalves foi eleito quarta-feira presidente da subcomissão de Educação, Juventude e Desporto da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa, anunciou a assessoria da bancada social-democrata.

Carlos Alberto Gonçalves, de 59 anos, é presidente da Comissão Política do PSD de Paris e é deputado eleito pelo círculo da Europa desde a IX Legislatura (março de 2002).

Com uma licenciatura em Geografia pela Universidade de Paris X, Carlos Gonçalves é técnico de Serviço Social e Cultural e também presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Portugal-França e membro da Assembleia Parlamentar Euro-Mediterrânica.

A Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa reúne 324 deputados dos 47 Estados-membros, tendo competência para eleger o secretário-geral, o comissário dos Direitos do Homem e os juízes do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.

Funciona também como observadora de processos eleitorais e as suas comissões desempenham um papel no debate das questões da atualidade.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.