Museu do Oriente exibe 70 exemplares raros da cultura textil timorense

Data:

Um conjunto de 70 exemplares raros da cultura timorense, na produção têxtil da arte local ‘tais’, vai ser exibido no Museu do Oriente, em Lisboa, a partir de 12 de dezembro.
‘Timor: Totems e Traços’ apresenta testemunhos raros das tradições e diversidade regional de Timor, segundo o museu, que inaugura a exposição às 18h30 e a mantém patente até15 de março de 2020.
A mostra reune cerca de 70 exemplares, oriundos de Timor Ocidental e Timor-Leste, datados do século XX ou de anteriores, que testemunham um tipo de produção artesanal feita por mulheres em teares tradicionais de madeira.
A maioria das peças pertence à coleção de um dos maiores especialistas na área, Peter ten Hoopen, e algumas são consideradas bastante raras, pela técnica e padrões utilizados, bem como pela sua proveniência de Timor-Leste, indica o museu.
Peter ten Hoopen começou a interessar-se por esta arte timorense no final dos anos 1970, mas só a partir de 2010 é que decidiu colecioná-la e estudá-la ativamente.
“Quando lidamos com uma cultura que está a desaparecer rapidamente, mais do que colecionar peças emblemáticas, importa preservar o conhecimento nelas contido. Se a transferência tradicional de conhecimentos saltar uma geração, esse conhecimento perde-se para sempre. É por isso que vejo esta coleção como um projeto de património cultural, e não apenas um somatório de objetos”, explica o colecionador, num texto citado pelo museu.
Grande parte destes panos, tecidos pelas mulheres de uma linhagem, era guardado, sendo considerado património dessa linhagem e necessário para as trocas rituais em cerimónias de aliança, casamento, nascimento e morte.
O longo período de agitação política vivido por toda a ilha, a partir da década de 70 do século XX, as alterações do estilo de vida das populações e o desinteresse a que este artigo de vestuário foi entretanto votado, por se considerar já não estar ‘na moda’, fez com que grande parte do seu património têxtil fosse destruído.
No dia 13, sexta-feira, às 11h30, Peter ten Hoopen orienta uma visita a ‘Timor: Totems e Traços’, com entrada gratuita.

‘Timor: Totems e Traços’
Museu do Oriente
Doca de Alcantara Norte, Av. Brasília – Lisboa
De terça-feira a domingo, das 10h às 18h
(à sexta-feira o horário prolonga-se até às 22h, com entrada gratuita a partir das 18h)
Preço: 6 €

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.