Mau tempo: Avenida D. Carlos I no Porto está fechada ao trânsito

Data:

A Câmara do Porto vai cortar hoje à noite a circulação automóvel na Avenida de Dom Carlos I, na Foz, devido ao agravamento das condições meteorológicas, devendo aquela via permanecer encerrada pelo menos até sexta-feira.

Numa nota publicada na sua página da Internet, o município informa que o agravamento das condições meteorológicas, previsto para as próximas horas, “levou à emissão de avisos laranja para precipitação e agitação marítima”, pelo que a Proteção Civil Municipal vai cortar a Avenida de Dom Carlos I a partir das 20:00.

“Por precaução, torna-se necessário interromper a circulação automóvel na Avenida de Dom Carlos I, na zona da barra do Douro, a partir das 20:00 desta quarta-feira. O trânsito será restabelecido logo que as condições do mar o permitam, sendo feita uma reavaliação da situação no início da manhã de sexta-feira”, acrescenta o município.

A autarquia admite que, embora ainda não exista ainda qualquer aviso por parte do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), esta situação poderá voltar a ocorrer no sábado e no domingo.

Segundo a câmara, o aviso amarelo existente para vento foi alvo de atualização por parte do IPMA, estando agora previstas rajadas até 90 quilómetros por hora (km/h) até às 21:00 de quinta-feira.

Há ainda previsão de precipitação forte e persistente que, segundo a Proteção Civil Municipal, pode ser acompanhada de trovoada.

Para quinta-feira e até às 06:00 de sexta-feira, as previsões apontam também para um aumento significativo da agitação marítima, com ondas de oeste/sudoeste com cinco a sete metros de altura, que podem atingir os 10/13 metros de altura máxima.

Relativamente à agitação marítima, a Proteção Civil Municipal apela ao respeito pelos perímetros de segurança que serão estabelecidos para peões e veículos junto da orla costeira e acessos aos molhes.

Face às previsões, a Proteção Civil recomenda à população especial atenção na circulação, permanência e estacionamento junto a áreas arborizadas, devido à possibilidade de queda de ramos ou árvores, em virtude dos ventos fortes.

Aconselha também uma atitude preventiva e de precaução relativamente a equipamentos como esplanadas, estruturas de apoio a festividades, andaimes, ‘placards’ entre outros, reforçando a sua fixação ou optando pela sua retirada.

É ainda recomendada a desobstrução dos escoamentos, a redução da velocidade dos veículos e o acréscimo de prudência devido ao piso escorregadio e à possibilidade de formação de lençóis de água e de cheias rápidas.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.