Novo centro de dia em São Roque, Funchal

Data:

A Casa do Povo da freguesia de São Roque, no Funchal, tem um novo centro de dia com capacidade para 50 idosos, um investimento de 120 mil euros.
Este novo equipamento social está instalado num edifício com 29 anos que foi alvo de obras de beneficiação, para permitir a realização de “atividades de estimulação cognitiva, treino de competências, exercício físico e cuidados pessoais e de saúde, entre outras”, refere a nota divulgada pela presidência do executivo madeirense.
O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, considerou que ter uma população idosa é uma “conquista” que coloca “o desafio de proporcionar aos cidadãos mais idosos qualidade de vida, capacidade para desenvolverem um conjunto de valências”. Para o governante madeirense, são objetivos “ter mais espaços e disponibilizar mais apoio aos idosos”, contribuindo para uma “sociedade humanizada, porque as pessoas mais velhas não são descartáveis”.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.