1.830 vagas para formação de novos médicos no próximo ano

Data:

O número de vagas para internato médico no próximo ano ascende a 1.830, com o Centro Hospitalar Lisboa Norte a voltar a ter formação nas especialidades de otorrinolaringologia e pneumologia.

Segundo o mapa oficial de capacidades formativas para novos médicos especialistas, datado de 4 de outubro, há 1.297 vagas para especialidades hospitalares, 491 para medicina geral e familiar, 36 para saúde pública e seis para medicina legal.

Trata-se do maior número de sempre de vagas para formar novos médicos especialistas, como já tinha antecipado o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães.

O Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN), que integra o Hospital Santa Maria e o Hospital Pulido Valente, voltou a ter vagas atribuídas em otorrinolaringologia e em pneumologia.

No caso da pneumologia, o hospital tinha perdido no ano passado a capacidade formativa na sequência de denúncias relativas a situações irregulares, como o caso de internos que estariam a fazer urgência sozinhos.

Também no caso de otorrinolaringologia, a Ordem dos Médicos considerou que não estiveram reunidas as condições exigíveis para formar médicos especialistas, situação entretanto ultrapassada.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.