SELEÇÃO NACIONAL: Hoje é proibido perder em Belgrado

Data:

A seleção portuguesa de futebol procura hoje, em Belgrado, frente à Sérvia, somar a primeira vitória no grupo B e relançar-se na luta pelo apuramento direto para o Euro2020, num encontro em que Pepe é grande baixa. O central do FC Porto, o sexto mais internacional de sempre por Portugal, com 106 jogos, foi chamado por Fernando Santos, mas, um dia antes da concentração, lesionou-se ao serviço dos ‘dragões’ e acabou por nem integrar o estágio.

Por essa razão, a seleção nacional vai atuar em Belgrado sem uma das suas principais figuras e peça muito importante no setor defensivo, num encontro em que está proibida de perder, depois de ter arrancado o grupo B com dois empates caseiros, perante Ucrânia (0-0) e precisamente a Sérvia (1-1).

Uma vitória no ‘inferno’ do Estádio Rajko Mitic, ‘casa’ do Estrela Vermelha, relança Portugal na luta pelo primeiro lugar do agrupamento, enquanto um empate poderá deixar a Ucrânia fugir ainda mais na liderança, embora mantenha os atuais campeões europeus com hipóteses de chegar à qualificação, via segundo lugar.

Se uma igualdade complica o objetivo de vencer o grupo, uma derrota, algo que não acontece a Portugal há mais de um ano (a última foi em 30 de junho de 2018 nos oitavos de final do Mundial perante o Uruguai, por 2-1), então deixará a equipa de Fernando Santos em ‘maus lençóis’ e dependente dos seus rivais.

Na ausência de Pepe, José Fonte deverá ocupar o lugar deixado vago pelo jogador de 36 anos e fazer dupla com Rúben Dias no centro da defesa, tal como aconteceu há três meses, no Porto, frente à Holanda (1-0), no jogo que valeu a conquista da Liga das Nações.

Aliás, o selecionador Fernando Santos não deverá fazer muitas alterações em relação a esse jogo no Estádio do Dragão, embora João Félix possa aparecer no ‘onze’ inicial e fazer dupla com Cristiano Ronaldo, relegando Gonçalo Guedes para o banco, apesar de o jogador do Valência ter sido o ‘herói’ dessa final.

Ronaldo e Félix atuaram juntos uma vez, precisamente na fase final da Liga das Nações, mas nas meias-finais com a Suíça (3-1), num encontro que acabou por não correr bem ao antigo jogador do Benfica e agora do Atlético Madrid (foi substituído durante a segunda parte).

Rui Patrício, mais uma vez, será o guarda-redes e, à sua frente, além de Fonte e Dias, deverá ter Nelson Semedo, como lateral-direito, e Rafael Guerreiro, no lado esquerdo.

Fernando Santos deverá voltar a juntar Danilo e William Carvalho no meio, embora Rúben Neves e João Moutinho possam também aparecer no ‘onze’, dando mais liberdade nas ações ofensivas a Bruno Fernandes e Bernardo Silva.

Ferro e Daniel Podence, os estreantes desta convocatória, dificilmente deverão entrar nas contas do selecionador nacional, enquanto Renato Sanches, de regresso após algum tempo de ausência, poderá ser uma surpresa.

A seleção lusa segue no quarto e penúltimo lugar do grupo B com apenas dois pontos, embora tenha menos dois jogos do que a Ucrânia, que lidera com 10, e do que o Luxemburgo, que é segundo com quatro.

Com mais um jogo que Portugal, a Sérvia é terceira classificada, também com quatro pontos, enquanto a Lituânia segue em último, com apenas um ponto.

Os dois primeiros lugares do agrupamento dão acesso direto ao Euro2020. Caso falhe a qualificação no grupo, Portugal tem assegurada a presença no ‘play-off’ via Liga das Nações.

O Sérvia-Portugal está agendado para as 19:45 (20:45 horas locais), no Estádio Rajko Mitic, em Belgrado.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.