Gouveia aceita candidaturas ao Prémio Literário Vergílio Ferreira 2020

Data:

A Câmara Municipal de Gouveia tem a decorrer, até ao dia 31 de dezembro, o período de candidaturas ao Prémio Literário Vergílio Ferreira 2020, na categoria de ensaio literário.

O Prémio Literário Vergílio Ferreira, instituído pela Câmara Municipal de Gouveia em 1997, pretende homenagear o escritor Vergílio Ferreira, bem como “incentivar a produção literária, contribuindo desta forma para a defesa e enriquecimento da língua portuguesa”.

O autor de “Manhã Submersa” nasceu na aldeia de Melo, no concelho de Gouveia, na Serra da Estrela, distrito da Guarda, a 28 de janeiro de 1916, e morreu a 01 de março de 1996.

Segundo o município de Gouveia, presidido por Luís Tadeu, o vencedor do galardão, que irá distinguir um original na categoria de ensaio literário, será revelado no dia 01 de março de 2020.

“Para além do reconhecimento do autor e da obra literária vencedora, o prémio terá um valor pecuniário de cinco mil euros”, refere a fonte numa nota publicada na sua página oficial da internet.

O Prémio Literário Vergílio Ferreira distingue as categorias de romance inédito, ensaio literário e, a partir de 2002, a categoria não literária de Estudos Locais de Património, História e Cultura do Concelho de Gouveia.

De acordo com o regulamento, o vencedor será selecionado por um júri constituído por três “personalidades de reconhecida idoneidade e prestigio”, em representação da Câmara Municipal de Gouveia, da Associação Portuguesa de Escritores e da Associação Portuguesa de Críticos Literários.

A entrega do prémio ao autor galardoado ocorrerá numa cerimónia pública, a realizar na abertura das Festa da Cidade, em agosto de 2020, segundo a fonte.

O Prémio Literário Vergílio Ferreira já distinguiu, entre outras, as obras “Que possível ensaio sobre a verdade em Vergílio Ferreira”, da autoria de Maria do Rosário Cristóvão (2018), “Dor de Ser Quase, Dor Sem Fim”, de Iolanda Martins Antunes (2016), “O Cómico em Vergílio Ferreira”, de Jorge Costa Lopes (2013), “Diário dos Imperfeitos”, de João Morgado (2012), e “Estação Ardente”, de Júlio Conrado (2006).

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.