Milhares esperados em Fátima para a Peregrinação do Migrante

Data:

O Cardeal Marc Oullet, prefeito da Congregação para os Bispos, vai presidie à Peregrinação Internacional Aniversária de agosto.
A peregrinação de 12 e 13 de agosto, que evoca a quarta aparição de Nossa Senhora, inclui a Peregrinação Nacional do Migrante e Refugiado.
Canadiano, natural da província do Quebec, o cardeal Marc Oullet é sacerdote da Companhia dos Padres de São Suplicio. É doutorado em Teologia Dogmática pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma e foi feito cardeal em outubro de 2003, pelo Papa São João Paulo II. É desde 2010 o prefeito da Congregação para os Bispos e Presidente da Pontíficia Comissão para a América Latina.
A Peregrinação Internacional Aniversária de agosto evoca a quarta aparição de Nossa Senhora, a única das seis aparições que não aconteceu na Cova da Iria. Nesse dia os três videntes estavam retidos em Ourém, pelo que Nossa Senhora apareceu seis dias depois nos Valinhos, data que é assinalada no dia 19 de agosto, com um programa noturno próprio.
Também nesse dia se faz memória do Muro de Berlim, construído de 12 para 13 de agosto de 1961, e que dividiu a cidade de Berlim em duas, por um período de cerca de 30 anos, marcados pelo clima de guerra fria entre a Europa ocidental e a Europa de leste.
Este ano, durante a Procissão das Velas, haverá uma paragem e uma oração junto ao bocado do Muro que se encontra em Fátima e que foi oferecido por um português residente na Alemanha, refere um comunicado divulgado pelo Santuário de Fátima.
A Peregrinação Nacional do Migrante e Refugiado é um dos pontos altos do programa da 47ª Semana Nacional das Migrações, promovida pela Igreja Católica de 11 a 18 de agosto, cujo tema este ano é ‘Não são apenas migrantes’.
O início da peregrinação tem lugar no dia 12, às 18h30 na Capelinha das Aparições. À noite, haverá a recitação do Rosário, seguida da Procissão das Velas e Missa da Vigília, no Recinto de Oração, às 21h30 e 22h, respetivamente.
A missa internacional no dia 13, começa às 10h, e integrará a tradicional oferta do trigo, pelos peregrinos, no momento da apresentação dos dons.
Um ritual que se celebra desde 13 de agosto de 1940, quando um grupo de jovens da Juventude Agrária Católica, de 17 paróquias da diocese de Leiria, ofereceu 30 alqueires de trigo destinados ao fabrico de hóstias para consumo no Santuário de Fátima.
No ano passado, o Santuário recolheu 4.685 quilos de trigo e 327 quilos de farinha, oferecidos pelos peregrinos.
Em 2018 foram consumidos no Santuário 1.220.000 partículas; 11.000 hóstias médias e 400 hóstias grandes.
Agosto é um dos meses em que o Santuário de Fátima recebe mais migrantes, sobretudo da diáspora portuguesa.
As celebrações desta peregrinação têm transmissão em direto em www.fatima.pt.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.