Praia reforça equipamentos para pessoas com mobilidade reduzida

Data:

A praia da Nazaré, vencedora do prémio “Praia Mais Acessível de Portugal em 2018”, reforçou os equipamentos destinados a pessoas com dificuldades de mobilidade, passando a disponibilizar um kit de canadianas anfíbias, divulgou a câmara.

As canadianas destinam-se a facilitar a deslocação do utilizador pela areia, na entrada e saída do mar, já que “graças às ponteiras de superfície de apoio mais larga não se afundam na areia”, explicou a autarquia numa nota de imprensa.

Fabricadas em alumínio anticorrosivo e preenchidas com um material que garante sua flutuabilidade, as canadianas não se afundam e o utilizador pode deixá-las na água enquanto desfruta do banho.

O equipamento pode ser solicitado no Centro Azul da Biblioteca de Praia e integra um conjunto de outros apoios de praia a munícipes e turistas com mobilidade reduzida que contribuíram para que a praia tenha sido distinguida pelas condições de acessibilidades para todos (2018).

Citado na nota de imprensa Orlando Rodrigues, vereador do Ambiente na Câmara da Nazaré, considerou tratar-se da “praia portuguesa com mais e melhores acessibilidades, a mais inclusiva e com melhores.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.