O protótipo do automóvel elétrico “100%” fabricado em Portugal

Data:

A equipa de Formula Student, do Instituto Super Técnico, apresentou o seu novo carro de competição, o nono construído pelos estudantes destinado à participação na maior competição mundial para alunos de engenharia. O FST 09e é um protótipo totalmente elétrico e 100% português, tendo contado com o apoio da Novabase para a sua construção. A equipa explicou ao SAPO TEK que os principais desafios na conceção deste novo projeto estão ligados à interação forte entre o tempo e a inovação. Embora a “equipa esteja sempre cheia de vontade de melhorar todos os aspetos do carro, ao mais ínfimo detalhe, o tempo nunca é suficiente para tudo”, explica o porta-voz da equipa do IST. No entanto, ressalva que o importante é ter em conta que a equipa tem menos de um ano para desenhar, construir e testar o carro, exigindo um grande nível de organização. E isto em paralelo ao percurso académico dos estudantes.

Em termos de objetivos para o protótipo, para além de competir, serve de plataforma de aprendizagem. “A Formula Student foi criada e é mantida com o objetivo de incentivar o conceito de aprender ao a fazer”, o que segundo a equipa ajuda a aproximar o nível de experiência académica ao que é comum no profissional. Nunca houve objetivos ligados à comercialização do veículo.

Com o seu nono carro pronto, e a uma média de um protótipo por ano, o primeiro carro elétrico feito pela equipa surgiu em 2010, visto que a competição apela muito à inovação, incentivando o uso de novas tecnologias. Em 2011 a equipa construiu o seu próprio protótipo elétrico, o FST 04e, dando início à parceria com a Novabase, que se mantém até hoje.
O FST 09e tem uma autonomia de 22 quilómetros, ideal para a maior prova de competição entre alunos. O veículo elétrico tem tração às quatro rodas, sistema de redução de drag, distribuição independente de torque por cada roda e chassis monocoque em fibra de carbono. O veículo consegue atingir uma velocidade de 107 KM/h e para competir, os alunos são obrigatoriamente os pilotos dos carros, segundo o regulamento. A equipa é composta por quatro a seis pilotos, selecionados através de pequenas provas de karts realizadas no início do ano e mais tarde treinados com o próprio veículo num ambiente controlado, como foi explicado ao SAPO TEK.

Os estudantes, com o apoio da Novabase, vão testar o seu nono veículo construído, totalmente elétrico, na competição internacional Formula Student.

Questionados sobre a razão pela qual utilizam um automóvel como elemento de aprendizagem prática, este é um elemento comum entre todos os membros da equipa, que de uma forma ou outra, se traduz na paixão pelo mundo motorizado, que os aproxima e motiva. E relativamente ao destino dos modelos anteriores, presentemente apenas o FST08e permanece operacional, já que ainda é utilizado como treinos dos pilotos e das baterias de teste quando necessário. “Os restantes protótipos são apenas para exposição e não têm todas as condições para andar devido a alguns componentes terem sido reaproveitados para os modelos seguintes”. A equipa refere que a “reciclagem” é necessária devido a limitações de orçamento e recursos registados até ao modelo FST08e, levando os elementos a pouparem onde podiam.
Apesar dos projetos conseguirem funcionar de forma mais sustentável, a nível de competição ainda não é possível cobrir os custos da equipa, sendo os mesmos a financiar a época de competições, entre as viagens, estadia e alimentação.
Relativamente ao apoio da Novabase, a parceria já decorre há vários anos e tem como objetivo da empresa a aproximação à Academia, o que tem oferecido benefícios claros na captação de talento jovem. “Para além de colocar os alunos a trabalhar num ambiente altamente competitivo, em que se exige o desenvolvimento de soluções de elevada complexidade, existe também um forte trabalho de equipa e uma coordenação eficaz das competências multidisciplinares, condições em que muito replicam a inovação em contexto empresarial”, destaca o porta-voz da empresa em declarações ao SAPO TEK. A empresa destaca que nesta parceria todos saem a ganhar, tanto a Novabase, os alunos e a própria IST.A parceria entre a Novabase e o IST permitiu a empresa contratar várias centenas de jovens engenheiros formados na instituição, e que estão sempre “debaixo de olho”. Mas a empresa considera que os alunos sabem que na Novabase vão ser reconhecidos e valorizados, ganhando acesso a uma das indústrias de maior crescimento, para além da integração de equipas multidisciplinares em projetos e desafios inovadores e com dimensão internacional.
Este ano a equipa portuguesa irá representar o IST em três das mais importantes competições do ranking mundial de Formula Student: FS East, no circuito Zalaegerszeg (Hungria), FS Germany, no circuito de Hockenheimring (Alemanha), e FS Spain, no circuito da Catalunha (Espanha). As competições terão lugar entre 17 a 21 de julho, 5 a 11 de agosto, e 20 a 25 de agosto, respetivamente.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.