Feira Ibérica de Teatro no Fundão vai reunir mais de 150 profissionais do espetáculo

Data:

O Fundão, no distrito de Castelo Branco, recebe de 27 a 29 de junho, uma Feira Ibérica de Teatro, que reunirá mais de 150 profissionais das artes e do espetáculo, oriundos de Portugal e Espanha.

“Buscando uma perspetiva estratégica comum, ao que se procurará fomentar como um verdadeiro (e mais que necessário) mercado ibérico, entre 27 e 29 de junho decorrerá uma programação de espetáculos e a criação de espaços para entrevistas, conversas, encontros, aproximando os profissionais do sector”, refere a organização em nota de imprensa.

A iniciativa é organizada numa parceria entre a ESTE -Estação Teatral e a Câmara Municipal do Fundão e segue uma tradição que em Espanha já tem mais de 20 anos e que visa promover intercâmbios comerciais entre companhias e gestores culturais dos dois países, como oportunidade de dinamização da atividade do teatro no mercado cultural ibérico.

Segundo a informação, o processo de seleção da programação artística procurou “encontrar espetáculos com potencial para o mercado ibérico, na perspetiva das respetivas obras apresentadas caberem no âmbito de um interesse artístico, social, político, turístico, histórico ou cultural comum aos dois países”.

“O trabalho de avaliação implicou o visionamento de 251 propostas de 202 companhias portuguesas e espanholas, para selecionar os 11 espetáculos agora programados na Feira Ibérica”, acrescenta a nota.

A programação de espetáculos contará com a presença das companhias portuguesas ESTE – Estação Teatral, Peripécia Teatro, Circolando, Companhia da Chanca e Teatro de Marionetas do Porto, enquanto que de Espanha marcam presença a Marmore Producciones, Teatro en Vilo, Vol’E Temps, UpArte, Iron Skulls e Filis Teatro.

Os espetáculos serão apresentados em vários espaços da cidade, nomeadamente o auditório da Moagem e Octógono (espetáculos de sala), a praça da Moagem (espetáculos adaptados ao ar livre) e o centro histórico da cidade (espetáculos de rua).

A informação também especifica que os encontros comerciais irão decorrer no Casino Fundanense.

“Está ainda prevista a realização de uma mesa redonda subordinada ao tema ‘As Artes do Espetáculo e a Cooperação no Espaço Ibérico’ para abordagem de temáticas como as redes e circuitos de programação e a atividade cultural como motor de desenvolvimento dos territórios”, acrescenta o comunicado.

Nesta mesa redonda está já confirmada a presença do diretor-geral das Artes, Américo Rodrigues, do coordenador das Feiras de Artes Cénicas de Espanha, Manuel Gonzalez, e da vice-presidente da Rede Espanhola de Teatro e Festivais de Espanha, Maria Sanchez da la Cruz, entre outros.

A sessão oficial de abertura está marcada para as 14:30 do dia 27 de junho, no auditório da Moagem com a presença da diretora regional de Cultura do Centro, Suzana Menezes, em representação do Ministério da Cultura, estando também programada a assinatura de vários protocolos de colaboração entre a ESTE – Estação Teatral, Câmara Municipal do Fundão e a Red Escena – Rede Espanhola de Teatro e Festivais de Espanha, CEMART – Centro de Artes Cénicas da Extremadura, Feria de Teatro de Castilla y León e Umore Azoka – Feria de Artistas Callejeros de Leioa.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.