Sarzedas recebe feira medieval no fim de semana

Data:

A Câmara de Castelo Branco promove, no sábado e no domingo, a Feira Medieval de Sarzedas, que este ano enaltece que “O Tempo é de Conquistas”.

“Entre arruadas, danças do ventre, torneios de armas e espetáculos de fogo, pretextos não faltam para que o certame Sarzedas Medieval seja uma verdadeira homenagem aos tempos do rei conquistador D. Afonso Henriques”, refere em comunicado o município de Castelo Branco.

O evento decorre no sábado e no domingo, no polidesportivo da freguesia de Sarzedas, sendo que o programa prevê a realização de várias atividades a todas as horas.

A feira pretende transportar os visitantes para a idade média e inclui guerreiros que regressam do fossado e partem para o fossado, comeres e beberes de outros tempos e treino de guerreiros.

Para domingo, está prevista a homenagem a D. Gil Sanches, clérigo e trovador, filho bastardo de D. Sancho I de Portugal. As festividades encerram com o Arauto, que irá anunciar o fim de mais um certame medieval.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.