Pinhel inaugura obras na muralha da cidade

Data:

O município de Pinhel vai inaugurar no domingo as obras de recuperação e de valorização da muralha da cidade, que tornarão possível uma “maior fruição” do património que circunda o centro histórico, foi hoje anunciado.

Segundo a autarquia presidida por Rui Ventura, com a inauguração da obra, “a partir de junho, o ‘Caminho de Ronda’ que circunda a zona histórica de Pinhel vai poder ser percorrido por todos aqueles que visitam a cidade”.

“Revitalizar um património histórico de elevado valor cultural e arquitetónico, que se vinha perdendo ao longo das últimas décadas, assim como possibilitar e promover a circulação de pessoas em todo o ‘Caminho de Ronda’, foi uma das premissas inerentes a esta intervenção baseada na melhoria das acessibilidades e na desobstrução de troços da muralha que estavam praticamente vedados ao público”, explica o município de Pinhel.

A fonte refere que a intervenção incluiu a consolidação da muralha, a limpeza de vegetação invasora, a colocação de proteções laterais e de alguns lanços de escadas, “a par da criação de uma ou outra plataforma com efeito de miradouro” para permitir uma maior fruição do “valioso património que circunda o centro histórico da cidade”.

“Quanto aos materiais usados, a opção recaiu em estruturas metálicas, granito da região com acabamento diferenciado e aplicação de saibro estabilizado”, lê-se no comunicado.

O município explica que as estruturas metálicas “permitiram reabilitar troços do percurso de ronda, através da construção de algumas plataformas que garantem a preservação do monumento e possibilitam a sua visitação”.

“O ferro é um material que permite realizar uma intervenção contemporânea sem adulterar a autenticidade do monumento”, remata.

A empreitada teve início em meados de 2018 e representa um investimento na ordem dos 283 mil euros, valor que é financiado em 85% ao abrigo de uma candidatura ao Portugal 2020.

A muralha de Pinhel e o ‘Caminho de Ronda’ – situado na parte superior da muralha e que era percorrido por quem tinha o dever de assegurar a defesa – são datados dos séculos XIII/XIV.

Segundo a autarquia de Pinhel, a muralha da cidade, com 740 metros de perímetro, “pode ser designada de cerca urbana dado que protegia não só o castelo mas também a antiga vila”.

A muralha estava aberta em seis portas: Porta da Vila (que desapareceu), Porta de São Tiago, Porta de São João, Porta de Marrocos, Porta de Alvacar e Porta de Marialva.

A inauguração da obra de recuperação e valorização da muralha de Pinhel está agendada para domingo, às 15:00, no âmbito do programa da Feira Medieval que vai decorrer entre sexta-feira e domingo.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.