Têxteis portugueses levam inovação nacional a feiras em Frankfurt

Data:

Entre 14 e 17 de maio, o projeto ‘From Portugal’ marca presença em Frankfurt, nas feiras Techtextil e Texprocess, com mais de 20 empresas nacionais do setor dos têxteis.

A capacidade inventiva do têxtil nacional “estará em destaque nos próximos dias 14 a 17 de maio, com uma larga comitiva de empresas nacionais a viajar para Frankfurt para marcar presença em duas feiras a decorrer em simultâneo: a Techtextil para produtos inovadores e a Texprocess para máquinas têxteis”, refere a organização do ‘From Portugal’, num comunicado.
“A indústria nacional investe cada vez mais em inovação e desenvolvimento e a feira tornou-se um momento incontornável para todos as empresas que querem apresentar novas soluções, especialmente porque chega a indústrias muito distintas” salienta por sua vez Cristina Terra da Motta, representante em Portugal da Messe Frankfurt, a organizadora do evento.
A.Sampaio & Filhos, Artefita, Bolsibotão, Carlos Sousa, Carlom, Coltec, Fitexar, Foot by Foot, Gulbena, Heliotextil, Idepa, MCS, Lasembor, Lipaco, LMA, Smart Inovation e Têxteis Penedo são as empresas que intregram mais uma comitiva, à qual se junta ainda a presença de ERT, Endutex, CITEVE, CeNTI, Cordex, Inovafil, SGL Carbon e Penteadora.
Os expositores portugueses em Frankfurt vão contar com a visita do Secretário de Estado da Economia, João Correia das Neves no 15 de maio, acompanhado pelo Embaixador de Portugal em Berlim, João Gomes.
No mesmo dia será realizado um evento de promoção no âmbito do projecto ‘Fashion From Portugal 4.0’, com uma apresentação centrada nos têxteis de alta tecnicidade, seguida de um ‘Porto de Honra’.
Realizadas de dois em dois anos, as Techtextil e Texprocess atraem habitualmente mais de 30 mil visitantes, oriundos de vários países.
“O volume e a variedade de visitantes permite-nos projectar a nossa internacionalização em mercados mais abrangentes” salienta Hugo Resende, gestor comercial da Carlos Sousa Indústria, empresa especializada em fitas de poliéster e polipropileno.

Empresas nacionais levam novidades

A maior parte da comitiva nacional estará presente no espaço da Techtextil, como é o caso do Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal (CITEVE).
“A Techtextil é um evento de referência no domínio dos têxteis técnicos e da inovação têxtil”, acrescenta João Silva, director de Marketing da Artefita, uma das empresas presentes na Techtextil.
A aposta dos expositores portugueses incide obrigatoriamente na apresentação de novidades, de que é exemplo a Gulbena, que vai apresentar uma nova colecção de tecidos reciclados e funcionais, para além de uma inovadora técnica de impressão digital em poliamida.
Já a Lipaco promete mostrar “fios reciclados e biodegradáveis, com acabamentos funcionais, antibacterianos sem iodetos e prata, anti mosquito, pé de atleta, etc.”, revela Jorge Pereira, CEO da empresa de Esposende.
A Coltec prepara-se para apresentar uma vasta gama de produtos com diferentes soluções técnicas para a área dos laminados com membranas e filmes.
“Vamos também apresentar os primeiros protótipos industriais da nossa nova tecnologia de revestimentos hot-melt para produtos têxteis-lar”, anuncia Francisco Fernandes, Responsável Técnico da empresa.
Também nos têxteis-lar, a Têxteis Penedo, vencedora de vários prémios de inovação ao longo dos últimos anos, vai apresentar alguns dos seus produtos mais inovadores, “destacando-se o Cork-a-Tex”, afirma Agostinho Afonso, representante da empresa, referindo-se a um projecto inovador que permite a utilização de um revestimento de cortiça em fios têxteis.
Mas para além de produtos inovadores, Portugal vai mostrar que também tem uma palavra a dizer na indústria das máquinas têxteis.
“Vimos na Texprocess a oportunidade perfeita para apresentar as novidades que temos para oferecer quer a nível de produtividade como de inovação”, explica Nuno Barros, sócio-gerente da Lasembor, empresa que representa as máquinas de bordar Yuemei em toda a Europa.
Já a Bolsibotão promete apresentar novidades aos mercados internacionais. “Procuramos dar a conhecer nesta feira acessórios para confecção que se distinguem pela sua qualidade, perfeição, variedade, funcionalidade e robustez” adianta Filipe Ferreira, sócio-gerente da empresa.
A participação das empresas portuguesas na Techtextil e Texprocess é uma iniciativa promovida pela Selectiva Moda e pela ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda.
O projeto ‘From Portugal’ é co-financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 – Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, tendo um montante de apoio elegível de cerca de 12.571 milhões de euros dos quais quase sete milhões são provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.