Mariza volta ser distinguida com prémio da revista Songlines

Data:

A fadista portuguesa Mariza venceu o prémio de melhor álbum europeu da revista britânica Songlines, com o mais recente disco, homónimo, lançado em 2018, revelou aquela publicação.
Mariza estava nomeada para o prémio de “Melhor Álbum Europeu” ao lado da cantora Mercedes Peón, dos Dreamers’ Circus e do músico Sam Sweeney.
A cantora portuguesa está também nomeada para a categoria de “Melhor Artista”, prémio que arrecadou em 2016. O vencedor de 2019 deste prémio só será conhecido no outono.
“Mariza” é o sétimo álbum de estúdio da cantora portuguesa, foi produzido poe Javier Limón e conta com composições de nomes como Jorge Fernando, Mário Pacheco, Matias Damásio, Heber Marques e Carolina Deslandes.
O disco esteve nomeado para os Grammy Latinos 2018 e integrou a lista dos melhores do ano para a revista Songlines, que agora o distingue.
Sobre o álbum, a revista escreveu que com o tema “Trigueirinha”, Mariza “coloca de lado quaisquer preconceitos de que o fado é sempre melancólico” e fez ainda referência à “transparência e delicadeza da produção [do espanhol] Javier Limón”.
Mariza terminou uma digressão por mais de uma dezena de palcos nos Estados Unidos e Canadá, prosseguindo este mês a apresentação do novo álbum no Brasil. O ano terminará com um concerto a 7 de dezembro na Altice Arena, em Lisboa.
Mariza, que nasceu em 1973, estreou-se discograficamente em 2001, com “Fado em Mim”, produzido por Jorge Fernando e que inclui o tema “Ó Gente da Minha Terra”, um dos mais conhecidos do repertório dela.
No ano passado, foi distinguida com o Prémio Luso-Espanhol de Arte e Cultura.
Os prémios de música da revista Songlines, que vão na 11.ª edição, pretendem “celebrar a extraordinária quantidade de talento musical ao redor do mundo”.
São atribuídos prémios em nove categorias: Quatro prémios globais – “Artista”, “Grupo” “Estreia” e “Percurso Mundial” – e cinco para álbuns de fusão, da Europa, Ásia & Pacífico, Américas e África & Médio Oriente.
Os quatro prémios globais da Songlines serão apenas anunciados numa cerimónia no outono.

«É com grande honra que acabo de saber que o disco “Mariza” recebeu a distinção de melhor álbum da Europa nos prémios Songlines Music Awards 2019, da prestigiada publicação inglesa Songlines. Ver este trabalho ser reconhecido também fora de Portugal é indescritível, não só porque foi algo que foi feito com tanta dedicação e verdade, mas também porque é um pouco da cultura e língua portuguesas que são distinguidos, e que continuam a chegar aos quatro cantos do mundo. Muito obrigada Songlines Music Awards por este prémio, pelas palavras e carinho a este disco! E um agradecimento especial a todos o que fizeram parte deste trabalho, este prémio também é vosso. Muito obrigada!» escreveu a cantora portuguesa nas redes sociais.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.