Funchal investe 137 mil euros em três áreas balneares

Data:

A Câmara Municipal do Funchal vai investir 137 mil euros em obras de reabilitação em três áreas balneares, revelou o vice-presidente da autarquia, Miguel Gouveia, sublinhando que o projeto estará concluído antes do início do verão.
O autarca disse que os trabalhos passam por alterar o pavimento do Complexo Balnear do Lido, o maior do Funchal, bem como repor um solário destruído por uma tempestade nas Poças do Gomes e regularizar o calhau da praia Formosa, a mais extensa da ilha da Madeira.
Após a reunião do executivo municipal, Miguel Gouveia explicou, por outro lado, que a situação na empresa municipal FrenteMar Funchal, responsável pelos complexos balneares, está neste momento a ser “regularizada”, tendo em conta a existência de salários em atraso.
“Foi aqui clarificado e explicado às forças políticas que não é um momento de criar crispação – apesar de esta ser a conduta da oposição -, mas, pelo contrário, de transmitir serenidade os trabalhadores e fornecedores”, afirmou.
Miguel Gouveia garantiu que os salários em atraso serão pagos até ao dia 08 de maio.
A Câmara Municipal do Funchal é liderada pela coligação Confiança (PS/BE/PDR/Nós, Cidadãos!), com seis vereadores, sendo a oposição composta por PSD, com quatro vereadores, e CDS-PP, um vereador.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.