Museu em São José, EUA mostra cultura portuguesa a 60 mil pessoas por ano

Data:

O número de visitantes no Museu Histórico Português em São José, Califórnia, aumentou nos últimos anos e chegou às 60 mil entradas anuais, referiu o cofundador e presidente, Joe Machado.

“Temos muito mais pessoas no museu”, afirmou o responsável, justificando a subida com a centralidade da localização, dentro do Parque Histórico do Kelley Park, e com as visitas de estudo que são organizadas pelas escolas da área.

De acordo com Joe Machado, “não há nenhum outro museu nos Estados Unidos exclusivamente dedicado à cultura portuguesa”, o que também contribui para atrair visitantes.

O museu ocupa um espaço de 650 metros quadrados e tem uma grande componente dedicada à imigração portuguesa na Califórnia e às suas tradições, em especial religiosas.

Durante o Festival Português do Vale de São Joaquim, em Turlock, o museu expôs uma coroa de 1850 e uma capa de 1925 usadas por rainhas nas “Festas” católicas da comunidade, cujas tradições perduram até hoje.

“Na Califórnia, os portugueses construíram 41 igrejas”, salientou Joe Machado, que foi coautor de um livro, “O Poder do Espírito”, sobre a importância da religião na diáspora portuguesa.

No entanto, o Museu Histórico não se limita a esse aspeto e debruça-se sobre a cultura portuguesa de forma transversal, tendo como principal objetivo “chamar a atenção de visitantes não portugueses”, mais que atrair membros da comunidade luso-descendente.

“Temos muitas pessoas que não fazem ideia da história de Portugal”, salientou o presidente. “Vêm, aprendem sobre a época dos Descobrimentos, o Fernão de Magalhães, a imigração para os Estados Unidos e os portugueses no Mundo”.

De particular importância, disse, é a oportunidade de ensinar às crianças em visitas de estudo “que o português é a 7.ª língua mais falada do mundo”.

No início das visitas, por exemplo, muitas crianças acreditam que se fala espanhol no Brasil, não têm conhecimento sobre os vários países onde o português é a língua oficial nem do alcance dos luso-descendentes na região.

“A razão pela qual temos o museu é que a cultura dos portugueses na Califórnia é tão interessante”, salientou Joe Machado.

O Portuguese Historical Museum, na sua designação original em inglês, foi criado em 1997 depois de oito anos de planeamento e é administrado pela Portuguese Heritage Society of California (Sociedade da Herança Portuguesa da Califórnia).

A Sociedade organiza o Day of Portugal/Dia de Portugal no segundo sábado de junho e na edição de 2019 vai focar a celebração no centenário da Igreja Nacional Portuguesa das Cinco Chagas, que fica a seis quilómetros do Museu e foi construída com madeira trazida de Portugal.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.