Liga francesa terá pela primeira vez uma mulher a arbitrar um jogo

Data:

A árbitra Stéphanie Frappart tornou-se na primeira mulher designada para dirigir um jogo da Liga francesa de futebol, caso do encontro entre Amiens e Estrasburgo, no domingo, da 34.ª jornada.

“No âmbito da sua preparação para o Mundial feminino de 2019, a árbitra francesa foi designada pela direção da arbitragem da FFF [Federação Francesa de Futebol] para dirigir na próxima ronda da ‘Ligue 1’”, refere a federação.

A decisão da FFF, surge depois de a FIFA apelar a que as federações com árbitros no Mundial feminino possam oferecer a estes as melhores condições de preparação técnica, atlética e na assistência vídeo.

No jogo de domingo do campeonato, Stéphanie Frappart, de 35 anos, e que desde 2014 apita jogos da II Liga francesa, contará com o apoio do árbitro internacional francês Clément Turpin no videoárbitro.

O Mundial de futebol feminino decorrerá este ano em França, de 7 de junho a 7 de julho.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.