Gastronomia de Oleiros instala-se na “Invicta” com a cerveja Bohemia e Adega dos Apalaches

Data:

De 10 a 12 de maio a gastronomia de Oleiros instala-se no Porto

Nas Mesas Bohemia uma coisa é certa: uma experiência cervejeira e gastronómica inesquecível está garantida. Nesta edição, a Cerveja Bohemia traz o melhor do interior do país até ao litoral, mais concretamente até ao Porto. As habituais romarias que se fazem até à Adega dos Apalaches, de Oleiros, Castelo Branco, vão agora inverter-se. O restaurante vai rumar à Invicta para servir o famoso prato da região, o cabrito estonado.

Entre 10 e 12 de maio, as Mesas Bohemia vão assentar arraiais no Porto, e levam o restaurante Adega dos Apalaches para servir três refeições (dois jantares e um almoço), em que as cervejas Bohemia vão acompanhar na perfeição a melhor gastronomia oleirense.

O prato “estrela” desta edição será o Cabrito Estonado, que é muito especial porque, além de ser confecionado apenas em fornos a lenha da região, é colocado a descansar sobre uma marinada secreta durante as 24 horas que antecedem a sua refeição. Um dos muitos toques especiais do Chef André Ribeiro, é o facto de adicionar também um entrançado de louro e alecrim para fumar previamente o forno, dotando este prato de cheiros e sabores inigualáveis.

A cerveja Bohemia leva-o a embarcar numa viagem gastronómica e cervejeira de três pratos e três cervejas, até ao interior do país.

O menu completo inclui a Bohemia Original, com o seu corpo denso e notas de malte irá complementar um Mexido de Enchidos Regionais, a Bohemia Puro Malte, de carácter refrescante e amargor moderado vai equilibrar os sabores da Sopa de Peixe do Zêzere, e ainda a Bohemia Bock com as suas notas tostadas acompanhar os aromas de forno do Cabrito Estonado com Batata Assada, Arroz de Miúdos e Migas de Couve com Broa. Apure os seus sentidos e prepare-se para se deliciar com a gastronomia de uma região onde predomina a natureza e que preserva a sua história gravada no xisto.

Desde 2017, as Mesas Bohemia celebram dois dos melhores atributos que o nosso país tem, a cerveja e a gastronomia. Uma combinação perfeita que já pôs 15 restaurantes de diferentes regiões a trocar de cidade e a surpreender com diferentes harmonizações. O Algarve já foi ao Norte, o bacalhau minhoto já veio a Lisboa, a melhor carne alentejana já viajou do interior até ao litoral. Agora, chegou a vez de a gastronomia oleirense avivar os paladares do Porto.

Sessões: 10 de maio às 20h, 11 de maio às 20h e 12 de maio às 13h

MENU:
Entrada: Maranhos à Moda de Oleiros.
Primeiro Prato: Mexido de Enchidos Regionais – Bohemia Original
Segundo Prato: Sopas de Peixe do Zêzere – Bohemia Puro Malte
Terceiro Prato: Cabrito Estonado com Batata Assada, Arroz de Miúdos e Migas de Couve com Broa – Bohemia Bock
Sobremesa: Tigelada e Papas de Carolo

Preço: 30€ *
*Inclui entrada, primeiro prato, segundo prato, terceiro prato, sobremesa, café, cervejas Bohemia e água do Luso.

Saiba tudo sobre esta edição das Mesas Bohemia em www.mesasbohemias.pt

 

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.