Número de casos de cólera sobe para 271 na cidade da Beira

Data:

O número de casos de cólera detetados na cidade da Beira subiu para 271, anunciou Ussene Isse, Diretor Nacional de Assistência Médica de Moçambique.
Entre quinta e sexta-feira “foram detetados 132 casos, 90 no bairro da Munhava”, detalhou, no que classifica como “um surto” que já tinha sido previsto pelas autoridades, depois do ciclone Idai e das cheias que se seguiram no centro do país.
O número de casos de cólera na cidade da Beira tem crescido de dia para dia: na quarta-feira foram reportados oficialmente os primeiros cinco casos e no dia seguinte a contagem subiu para 139.
Ussene Isse referiu que não há mortes confirmadas por cólera.
“Estamos em prontidão máxima do ponto de vista da vigilância”, que está a ser instalada noutros pontos da região centro de Moçambique, acrescentou.
A doença é propagada através de água e alimentos contaminados e o risco aumentou devido às inundações e à destruição de infraestruturas provocada pelo ciclone.
A Organização das Nações Unidas (ONU) vai dar início, na quarta-feira, a um programa de vacinação oral contra a cólera naquela zona, prevendo a administração de 900 mil unidades.
Numa outra iniciativa, o Estado português iniciou na sexta-feira uma campanha dirigida à comunidade portuguesa com um lote de 600 unidades.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.