Já pode dormir em hotéis em estações onde em tempos se esperava pelo comboio

Data:

O aproveitamento de antigas estações de comboios para a instalação de hotéis é uma forma muito inteligente de reaproveitar o património ferroviário de Portugal. É o caso da Train Spot Guesthouse, em Marvão; da Pensão Destino, em Castelo de Vide; e da Estalagem Rainha D. Leonor, em Cabeço de Vide.

Conheça estes três excelentes exemplos de hotéis em estações de comboio, com a certeza de boas experiências e o regresso ao tempo em que o caminho-de-ferro desempenhava um papel central na mobilidade do país.

Trainspotter, segundo o dicionário é simplesmente “alguém que se interessa por comboios, passa o tempo a visitar estações e a registar o número das locomotivas que vê”. Ou seja, aquele aluno que na escola não teria problemas em decorar o nome de todas estações e apeadeiros das linhas que atravessavam Portugal, e até o faria com o maior prazer. Ou seja é um amante de comboios, como há amantes de aviões que não se cansam, junto aos aeroportos de os fotografar.
Mas não é preciso ser amante de comboios para nos apaixonarmos à primeira vista pela Train Spot. Foi a transformação do edifício onde em tempos funcionou o restaurante da estação procurou conservar-se o mais possível, dos azulejos do chão e das paredes à porta com passa-pratos ou ao vidro com a inscrição “lavabos” no acesso ao WC. O resto foi-se adaptando ao conforto atual privilegiando os materiais locais e alguns apontamentos de decoração que lhe dão muita graça, como os objetos de antiquário e a velha bicicleta pendurada no teto.
O ramal de Cáceres, encerrado definitivamente em agosto de 2012, data da última passagem do comboio hotel Lusitânia que fazia a ligação de Lisboa a Madrid.
No sopé do Marvão, uma antiga estação foi transformada numa guesthouse muito acolhedora, que conserva todas as marcas do seu passado ferroviário recente.”
Situada na aldeia de Beirã, a 9 kms de Marvão e a 12 kms de distância de Castelo de Vide, em pleno Parque Natural Serra de S. Mamede, a Train Spot Guesthouse é um excelente ponto de partida para explorar as belezas do Alto Alentejo. A partir daqui, pode aproveitar para deambular pelas ruas dessas localidades, para passear calmamente ao longo da linha abandonada ou pelas estradas pacatas da região, para provar a gastronomia ou até para cavalgar por calçadas medievais e rotas de contrabando, ou as bicicletas sobre carris que permitem percorrer o troço de linha ente a Beirã e Castelo de Vide.
No edifício principal a guesthouse conta com 7 quartos, 4 deles com casa de banho privativa, os restantes a partilharem uma casa de banho no corredor. Com uma decoração simples e alegre, recorrendo a materiais locais (são alentejanas as mantas da cabeceira), têm cama king size que pode ser transformada em duas individuais, tendo possibilidade de juntar uma cama extra.
Os dois apartamentos, com capacidade para 4 pessoas cada, ficam em moradias térreas, com quarto, sala com sofá-cama, wc, cozinha e um agradável jardim exterior, com mesa e cama de rede debaixo de uma parreira.
Pequeno-almoço
Servido na sala principal, com portas abertas para a linha de comboio, o pequeno-almoço tem o que é preciso para satisfazer necessidades e paladares individuais. Além dos habituais chá, café, leite e sumos, há bebidas vegetais para os que evitam laticínios. Pães variados, manteiga, compotas, queijos, fiambre e presunto, iogurtes e diversos tipos de cereais, complementam a oferta do serviço self-service.
* Ideal para: Quem gosta de comboios ou alojamentos temáticos. Para famílias, casais recentes e antigos, mochileiros de passagem ou quem procura cenários singulares para sessões fotográficas.A Train Spot Guesthouse localiza-se dentro de uma estação de comboios desativada, restaurada do século XIX, na pequena aldeia de Beirã, a oito quilómetros da vila medieval de Marvão.
Para além dos painéis de azulejos típicos das mais bonitas estações de comboio do país, o hostel tem dormitórios e quartos privativos. E uma cozinha comum. O que mais chama a atenção, porém, é a sala de convívio espetacular. Antiga ala principal do restaurante da estação, ainda tem o teto de madeira, o chão quadriculado e os característicos azulejos de desenho geométrico.
A estação de Marvão-Beirã era a última estação ferroviária antes da fronteira espanhola (antigo Ramal de Cáceres). Reservar Train Spot Guesthouse.

 

Estalagem Rainha D. Leonor (Cabeço de Vide)
A Estalagem Rainha D. Leonor é um pequeno hotel com apenas cinco quartos instalado na antiga estação de comboio de Cabeço de Vide, “um edifício de linhas graciosas marcado pelos magníficos painéis de azulejos de L. Batistini datados de 1933”. A estalagem está no antigo ramal de Ramal de Portalegre, desativado há mais de 25 anos.


Pensão Destino
A Pensão Destino está instalada na antiga estação ferroviária de Castelo de Vide, renovada para albergar a pousada. É uma opção de alojamento muito original, com quartos bem decorados e pequeno-almoço muito elogiado pelos hóspedes. Note que a Pensão Destino não fica no centro de Castelo de Vide. Reservar Pensão Destino.
Há outros hotéis em estações de comboio ainda em funcionamento. É o caso dos excelentes hostels Lisbon Destination e Sunset Destination, instalados nas estações de caminhos-de-ferro do Rossio e Cais do Sodré, em Lisboa. E também do Basic Braga by Axis, um hotel minimalista que já visitámos na estação de Braga. De resto, têm surgido rumores sobre planos para a abertura de hotéis nas estações de Santa Apolónia (Lisboa) e de São Bento (Porto).
Seja como for, aproveite para conhecer os três hotéis nas antigas estações de comboio sugeridos. São muito carismáticos e uma espécie de regresso ao passado, mesmo sem ouvir os rodados ds comboios a deslizar pelos carris

 

ANTÓNIO FREITAS

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.