Igreja da Misericórdia de Caminha classificada como Monumento de Interesse Público

Data:

A Igreja da Misericórdia de Caminha foi classificada como monumento de interesse público, segundo anúncio publicado em Diário da República.

A Igreja da Misericórdia de Caminha está situada na rua Direita, na União das Freguesias de Caminha (Matriz) e Vilarelho, no distrito de Viana do Castelo.

Segundo a portaria hoje publicada e assinada pela secretária de Estado da Cultura, Ângela Ferreira, “a Igreja da Misericórdia de Caminha foi erguida entre 1551 e 1561, data na qual foi concluído o programa decorativo interior”, acrescentando que “a fachada quinhentista foi alterada em 1650, mantendo, no entanto, o portal original”.

“Nesta mesma data construiu-se a Casa do Consistório, destinada a receber as reuniões da Irmandade fundada em 1516. O revestimento azulejar do templo é ainda seiscentista, embora a restante decoração tenha sido renovada na primeira metade do século XVIII”, pode ler-se no mesmo texto.

O restante conjunto ornamental “foi renovado na primeira metade do século XVIII; entre 1721 e 1723 foi executado o novo retábulo-mor, da autoria de António Rodrigues Fontes, e nos anos de 1733 e 1734 ergueram-se os retábulos laterais, executados por Manuel Coelho”, adianta a página da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC).

Segundo o historial relatado na página da DGPC, o processo teve o seu início por proposta da Santa Casa da Misericórdia de Caminha, em novembro de 2013.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.