Abel Ferreira diz que o Braga deve manter “equilíbrio emocional” ante o Guimarães 

Data:

O treinador do Sporting de Braga disse “perceber a envolvência” do ‘clássico’ minhoto com o Vitória de Guimarães, da 25.ª jornada da I Liga de futebol, mas frisou que o “equilíbrio emocional tem que ser o mesmo”.

Os bracarenses recebem os vimaranenses este sábado, mas Abel Ferreira recusou que o jogo signifique mais pressão para a equipa: “A pressão é a que colocamos em todos os jogos esta época, [porque] jogamos para vencer contra quem for e onde for. A nossa confiança é a certeza do que temos que fazer”, disse na antevisão da partida.

Abel Ferreira disse entender que o jogo com os rivais de Guimarães é “especial para os adeptos”, mas para o Sporting de Braga “é mais um jogo, mais três pontos”.

“Percebemos a envolvência, mas o equilíbrio emocional tem que ser o mesmo”, disse.

O treinador desvalorizou ainda o facto de os ‘arsenalistas’ terem mais 13 pontos do que o Vitória e apenas uma derrota em casa.

“Não vivemos com estatísticas, vivemos de olhos abertos e com a realidade, com o nosso plano de jogo. Queremos impor o nosso jogo, ser intensos, agressivos, ser uma equipa de rendimento coletivo”, disse.

O responsável deixou ainda elogios à equipa vitoriana, pois “investiu e reforçou-se muito, basta ver de onde vieram alguns jogadores, contratou um treinador competente, tem identidade, é uma boa equipa”: “Esperamos um grande duelo”, disse.

O Sporting de Braga interrompeu em Vila do Conde, na ronda anterior, uma série de três derrotas seguidas, com uma vitória por 2-1 arrancada a ‘ferros’ e elogiada pelo presidente, António Salvador.

“Ninguém aqui, no Braga, quer ganhar mais do que eu, mais do que nós. As funções estão muito bem definidas, o que cada um tem que fazer, treinador, jogadores, adeptos e estrutura e, quando cada um se concentra em dar o melhor de si, coletivamente somos mais fortes. A vitória em Vila do Conde valeu tanto como a primeira que tivemos”, disse.

Questionado sobre se olha mais para o primeiro classificado, o Benfica, a sete pontos, ou para o quarto, o Sporting, a três pontos de distância dos bracarenses, Abel Ferreira disse apenas “olhar para o jogo de amanhã [sábado]”.

“O Braga tem que viver com os olhos bem abertos, sonhar acordado, estar constantemente alerta e em permanente superação. Se for assim, estaremos muito mais próximos de ganhar. Os objetivos são muito claros desde o início e só se fecham em maio. O Braga vai ter o que fizer por merecer, não joga sozinho, mas estamos aí para a luta”, sentenciou.

O Sporting de Braga, terceiro classificado da I Liga, com 52 pontos, e Vitória de Guimarães, sexto, com 39, defrontam-se este sábado, às 18:00, no Estádio Municipal de Braga.

Lista dos 19 convocados:

– Guarda-redes: Tiago Sá e Marafona.

– Defesas: Marcelo Goiano, Bruno Viana, Raul Silva, Sequeira, Pablo.

– Médios: Claudemir, Ryller, Palhinha, João Novais, Trincão, Fransérgio e Xadas.

– Avançados: Dyego Sousa, Wilson Eduardo, Ricardo Horta, Paulinho e Murilo.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.