Dino Parque da Lourinhã ultrapassou 350 mil visitantes e prepara novas atrações

Data:

O Dino Parque da Lourinhã, que completa um ano na sexta-feira, ultrapassou os 350 mil visitantes e anunciou um investimento de um milhão de euros em novas áreas, entre elas um novo percurso com 30 novos modelos de dinossauros.

“Desde a abertura, já ultrapassámos os 350 mil visitantes, quando o nosso objetivo inicial era de 200 mil para o primeiro ano, o que significa que ultrapassámos as nossas expectativas”, disse hoje à agência Lusa Luís Rocha, diretor-geral do Parque dos Dinossauros da Lourinhã, no distrito de Lisboa.

Dos 350 mil, 10 a 15% dos visitantes são estrangeiros, sobretudo espanhóis e franceses, e 70 mil vieram integrados em visitas escolares, adiantou.

A atração de visitantes acima do esperado obrigou o Dino Parque a duplicar de 15 para 30 os seus postos de trabalho permanentes.

A Lourinhã “não estava no mapa dos destinos a visitar e passou a estar”, defendeu o responsável, para quem o projeto veio “contribuir para dinamizar o concelho como destino turístico, o turismo científico e a economia local e contribuir para a captação de investimentos” na região.

Para o seu segundo ano de portas abertas, o Dino Parque anunciou novos investimentos a rondar perto de um milhão de euros.

“Queremos continuar a despertar o interesse das pessoas para que aquelas que já visitaram o Dino Parque possam regressar”, justificou o diretor-geral.

A partir do dia 18, aos 120 modelos de dinossauros à escala real, o Dino Parque vai juntar mais 30, que vão integrar um novo percurso, a abrir aos visitantes a 01 de março.

“O percurso, que vai aumentar em 25% a área do parque e em 30 a 45 minutos a visita, é dedicado aos mares e aos lagos e as pessoas vão poder observar a evolução da vida aquática ao longo de 450 milhões de anos”, anunciou Luís Rocha.

O maior crocodilo da história, o ‘Sarcosuchus’, com 11,5 metros de comprimento, que surgiu no Cretácico, há 113 milhões de anos, e o tubarão ‘Megalodon’, que apareceu no Cenozoico, há 20 milhões de anos, estão entre as novas atrações.

O Dino Parque está também a fazer investimentos na ampliação da área de piquenique e do parque infantil e na criação de uma zona para festas infantis, disponíveis ao público também a partir de 01 de março.

Na Páscoa, vão surgir também melhorias na sinalética informativa do respetivo museu, para tornar “mais atrativa a visita” para crianças e jovens.

Nas últimas décadas, os paleontólogos do Museu Lourinhã, descobriram fósseis de dinossauros, que colocaram o concelho na rota mundial da paleontologia.

O Dino Parque, um investimento de 3,5 milhões de euros num dos maiores parques temáticos de dinossauros da Europa, tornou possível aumentar a exposição desses achados, já que o Museu da Lourinhã se tornava exíguo.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.