Aumenta no Reino Unido a aquisição da nacionalidade britânica por emigrantes portugueses

Data:

O número de portugueses que adquiriram a nacionalidade britânica em 2017 é quase o dobro dos que o fizeram em 2016. Os dados são do Gov UK’, divulgados pelo Observatório da Emigração.
Em 2017, adquiriram a nacionalidade britânica 1.234 portugueses, segundo dados do ‘Gov UK’. “Aquele organismo do Reino Unido contabilizou um total de 123.115 aquisições de nacionalidade de estrangeiros, tendo os portugueses representado 1% desse total”, revela o Observatório da Emigração numa nota enviada ao ‘Mundo Português’.
Em relação a 2016, ano em que foi votado o Brexit, o número de portugueses que adquiriu a nacionalidade britânica praticamente duplicou, passando de 672, em 2016, para os 1.234, em 2017.
No primeiro trimestre de 2018, 616 portugueses a residir no Reino Unido adquiriram a nacionalidade britânica, praticamente tantos como em todo o ano de 2016.
“Quando analisamos os dados disponíveis por trimestre observa-se um constante aumento do número de portugueses que, desde o Brexit, adquiriram a nacionalidade britânica”, destaca o Observatório.
Um crescimento que “parece explicar-se, sobretudo, pelos receios induzidos pelo Brexit e pela redução de direitos associado ao estatuto de estrangeiro que daí poderá resultar”, finaliza a nota.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.