Rui Faria estreia-se como treinador principal no Qatar

Data:

Rui Faria vai estrear-se como treinador principal no comando do Al Duhail, campeão de futebol do Qatar e segundo classificado no campeonato desta época, anunciou hoje o clube da cidade de Doha.

O clube da capital do Qatar confirmou a contratação em comunicado, no qual destaca as “negociações intensas e grandes esforços” para a contratação do técnico, antigo adjunto de José Mourinho, “apesar de ofertas de grandes clubes europeus”.
Faria, de 43 anos, será apresentado “numa conferência de imprensa a promover em breve”, depois de suceder ao tunisino Nabil Maaloul, que deixa a equipa no segundo posto do campeonato.
O Al Duhail, campeão em título, segue a dois pontos do líder do campeonato, o Al Sadd, treinado pelo português Jesualdo Ferreira, e terá como próximo adversário o Al-Sailya, terceiro classificado, em encontro da 16.ª jornada, marcado para 05 de fevereiro.
O técnico português começa no Qatar a carreira como técnico principal, depois de ter trabalhado como adjunto de José Mourinho na União de Leiria, FC Porto, Chelsea, Inter de Milão, Real Madrid e Manchester United.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.