Há 20 lugares especiais na Europa para um pedido de casamento e cinco estão em Portugal

Data:

A lista é da ‘European Best Destinations’ (Melhores Destinos Europeus), organização sediada em Bruxelas (Bélgica) e responsável por promover a cultura e o turismo na Europa.
No seu site na internet, divulgou os 20 melhores lugares para fazer um pedido de casamento na Europa e logo em segundo lugar está a a Capela do Senhor da Pedra, em Vila Nova de Gaia.
A ‘European Best Destinations’ destaca também o Jardim Tropical Monte Palace, no Funchal (em 11º lugar da lista), o Santuário de Bom Jesus do Monte, em Braga (12º lugar), o Palácio da Pena, em Sintra (16º) e o Castelo de São Jorge, em Lisboa (20º).
No ‘top’ da ‘European Best Destinations’ está o The Prater, em Viena, um popular espaço de lazer da capital austríaca onde se situa o parque de diversões mais antigo do mundo.
As sugestões passam ainda por outros diversos países como Alemanha, Croácia, Escócia, Eslovénia, Espanha, França, Grécia, Itália, Reino Unido e República Checa.
“Ela/ele é a pessoa mais importante da sua vida e você gostaria que a sua proposta de casamento fosse inesquecível. Certifique-se que está no local certo e faça a sua proposta de casamento num dos lugares mais românticos para esse efeito na Europa”, apresenta a organização.

“Beleza e a suavidade da natureza” em Gaia

“Não conseguirá imaginar um lugar mais romântico para fazer uma proposta de casamento”. É desta forma que a ‘European Best Destinations’ apresenta a Capela do Senhor da Pedra, localizada na Praia de Miramar, concelho de Vila Nova de Gaia.
Construía em 1686, a capela não está no areal. Na verdade, pode dizer-se que foi erguida em pleno oceano, sobre vários rochedos que se erguem ligeiramente acima do Atlântico.
A ‘European Best Destinations’ descreve que o pequeno templo ergue-se “num local que nos recorda a beleza e a suavidade da natureza”. “Este lugar mágico é o lugar onde deve estar se quiser que o/a seu/sua amado/a diga ‘sim’”, acrescenta a organização.
Já o Jardim Tropical Monte Palace, implantado no Funchal, Ilha da Madeira, é apresentado como um “bonito lugar” que se alcança apanhando o teleférico no centro histórico do Funchal e que leva o visitante até à parte alta da cidade e a este jardim em estilo japonês que ocupa uma área de 70 mil metros quadrados e alberga uma abundante colecção de plantas exóticas, provenientes dos quatro cantos do mundo.
Santuário de Bom Jesus do MonteSobre o Santuário do Bom Jesus do Monte (ou Bom Jesus de Braga), em Braga, a ‘European Best Destinations’ começa por afirmar que “Portugal é um dos países mais românticos da Europa e uma proposta de casamento seria sempre bem sucedida em qualquer parte do país”.
Depois, convida a deixar de lado as probabilidades e a apostar no Bom Jesus de Monte, assegurando que “é ‘O’ lugar romântico perfeito” para uma proposta de casamento. “Assim que chegar ao topo da escadaria, aprecie a maravilhosa vista maravilhosa e depois desça as escadas para admirar esta bela arquitetura; finalmente ajoelhe-se e faça uma bem sucedida proposta de casamento”, aconselha.
O funicular mais antigo do mundo, uma escadaria interminável, fontes e estátuas barrocas, envolvidos por um manto de vegetação centenário, fazem do Bom Jesus do Monte, erguido em 1722 sobre uma anterior ermida datada de 1373, um dos destinos mais procurados na região do Minho.

Palácio Pena: “um dos mais belos da Europa”

Fruto do génio criativo do rei D. Fernando II, o Palácio Nacional da Pena e o parque que o rodeia são o expoente máximo do Romantismo do século XIX em Portugal. Este monumento com uma arquitetura de influência manuelina e mourisca e classificado como Património Mundial da UNESCO em 1995, é apresentado pela ‘European Best Destinations’ como “um dos mais belos castelos da Europa”.
O edifício inicial era um convento, mandado construir pelo rei D. Manuel I no século XVI, com acomodações para 18 monges. No século XVIII a queda de um raio destruiu parte da torre, capela e sacristia, danos que foram agravados em decorrência do terramoto de 1755, que deixou o convento em ruínas.
No século XIX a paisagem da serra de Sintra e as ruínas do antigo convento maravilharam o rei-consorte Fernando II de Portugal, que em 1838 decidiu adquirir o velho convento, juntamente com a cerca envolvente, o Castelo dos Mouros e quintas e matas circundantes. Mandou restaurar e reconstruir o velho convento para fazer do edifício a sua futura residência de Verão.
“Não é apenas (a cantora) Madonna que aprecia as belezas de Sintra, a sua amada também se apaixonará por este destino classificado entre os mais românticos da Europa”, elogia a organização sobre este palácio que parece ter saído de um ‘conto de fadas’.

Palácio Nacional da Pena

O Castelo de São Jorge é o quinto local em Portugal assinalado pela organização, que começa por referir-se à capital portuguesa como “uma cidade mundialmente famosa pela amabilidade dos seus habitantes, pela sua gastronomia e pelos seus deliciosos ‘Pastéis de Belém’, para depois dizer que “poucas pessoas sabem” que a capital portuguesa é também “o lar de um dos mais belos castelos do mundo, o Castelo de São Jorge”.
“Está localizado na parte alta da cidade: o lugar perfeito para uma proposta de casamento”, refere, aconselhando o casal a desfrutar “de um pôr do sol sublime nesta cidade excepcional”.

Ana Grácio Pinto

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.