Exportações de vinho verde para o Brasil cresceram 300% – Comissão

Data:

As exportações de vinho verde para o Brasil cresceram 300 por cento numa década e até setembro deste ano já igualaram o total do ano passado, atingindo vendas de quase cinco milhões de euros.
A informação foi foi dada à agência Lusa pelo presidente da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV), que esteve no Brasil, nos dias 23 e 24 deste mês, para a segunda edição do ‘Vinho Verde Wine Fest Rio de Janeiro’.
Manuel Pinheiro recordou que o grande salto no mercado brasileiro “começou há quatro anos, com uma ação junto de cadeias de supermercados”, sendo hoje possível encontrar “vinho verde à venda nos supermercados locais o ano inteiro”. “Tem havido uma um investimento grande a nível promocional quer nosso quer de alguns produtores”, acrescentou.
“O vinho verde tem no Brasil um mercado maduro”, destacou Manuel Pinheiro, acrescentando que o país é o quarto maior importador deste vinho.
A lista é liderada pelos Estados Unidos, seguidos pela Alemanha e França, sendo este um mercado forte graças à comunidade portuguesa que ali vive e trabalha.
Face aos números que já são conhecidos, tudo indica que as exportações para o Brasil vão este ano atingir um novo recorde em quantidade e em valor, tanto mais que o verão local ainda não começou e essa é uma estação propícia ao consumo de um vinho que, para a Comissão, “casa na perfeição com o clima e com a gastronomia brasileira”.
“Vamos crescer bastante em 2018, certamente acima dos 20 por cento”, vaticina o mesmo responsável.
A confiante resulta ainda do facto de a economia brasileira não oferecer, neste momento, razões de preocupação, não havendo igualmente sinais de protecionismo, ao contrário, neste aspecto concreto do que se verifica com os Estados Unidos, segundo Manuel Pinheiro.
“O Brasil é um mercado em que pomos grandes expetativas”, reforçou o presidente da CVRVV, observando que o Rio de Janeiro e São Paulo são duas cidades onde o vinho verde já tem uma boa presença entre os consumidores locais.
Manuel Pinheiro disse que ainda existe margem de crescimento, porque “o consumo médio de vinho per capita naquele país situa-se nos 12/13 litros por ano”, muito longe, por exemplo, dos 51 litros consumidos, em média, por cada português.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.