Campanha de Natal anima centro histórico de Beja

Data:

A Câmara de Beja vai promover, a partir de sábado e até ao dia 6 de janeiro, uma campanha para animar o centro histórico e incentivar compras em estabelecimentos de comércio tradicional da cidade durante a época de Natal.

Segundo o município, durante a campanha “É Natal em Beja”, promovida em articulação com a Associação do Comércio, Serviços e Turismo do Distrito de Beja, os clientes, por cada 10 euros em compras nos estabelecimentos aderentes, terão direito a um cupão para poderem participar num sorteio de prémios.

A programação da campanha vai incluir música, teatro, animação de rua, oficinas de cozinha e artesanato, passagem de modelos, concursos, dois mercados e uma feira de doçaria conventual em vários pontos das principais artérias comerciais da cidade.

O “momento alto” da programação vai decorrer no dia 8 de dezembro, a partir das 11:00, com a rota da chegada do Pai Natal à sua casa, na rua Capitão João Francisco de Sousa, onde irá ficar para receber cartas e tirar fotografias e irão realizar-se atividades para crianças durante a campanha.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.