Novidades de robótica e automação em destaque em Matosinhos

Data:

Soluções de robótica colaborativa, com várias propostas para ganhos de eficiência, robôs que detectam material disperso e o organizam ou projectos revolucionários de automação são algumas das propostas de empresas de vanguarda tecnológica que estão na Feira Internacional de Máquinas, Equipamentos e Serviços para a Indústria (EMAF), que se realiza até hoje, na Exponor, em Matosinhos.
Ao longo de quatro dias, 450 expositores nacionais e internacionais espreitam novas oportunidades de negócio e mostram suas apostas mais recentes, onde a inovação é uma vertente privilegiada para singrar num mercado cada vez mais concorrencial.
Esta edição da EMAF conta com a maior participação internacional de sempre. Pelos 35 mil metros quadrados comercializados, é possível encontrar presenças internacionais de vários países, com especial destaque para Espanha, que continua a ser um parceiro comercial preferencial das empresas portuguesas.
Paralelamente, a EMAF quer constituir-se também como um fórum para o estudo do estado da arte da indústria
A feira, que tem as portas abertas só para profissionais, funciona das 10h às 19h.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.