Obrigações do Sporting a 400.000 euros do objetivo mínimo

Data:

O empréstimo obrigacionista da Sporting SAD situava-se na terça-feira a menos de 400.000 euros do objetivo mínimo de 15 milhões de euros (ME), informou hoje a sociedade, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A SAD do clube lisboeta indicou que, até 20 de novembro, dois dias antes da data limite da operação, foram recolhidas intenções de subscrição no valor de 14,6 ME, correspondentes a 97,6% do valor mínimo de subscrição, cifrado em 15 ME.

A oferta pública de subscrição, que decorre até às 15:00 de quinta-feira, tem como valor máximo 30 ME, pelo que o montante subscrito até terça-feira equivale a 48,8% do total.

A Sporting SAD revelou que as ordens de subscrição recolhidas apenas na terça-feira corresponderam a 42% do total de 1.663 ordens recolhidas até àquele dia, equivalente a perto de 3,1 ME, tendo em consideração o valor de 11,5 ME subscrito até segunda-feira, revelado pela sociedade.

Esta operação financeira foi lançada em 12 de novembro e servirá para fazer face ao reembolso de um empréstimo obrigacionista que venceu em maio e cujo prazo foi adiado para 26 de novembro.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.