Universidade de Coimbra cria Academia Sino-Lusófona para reforçar laços com a China

Data:

A Universidade de Coimbra (UC) acaba de criar a Academia Sino-Lusófona, que apresenta como “uma estrutura inovadora no espaço dos países de língua portuguesa”, que objetiva o reforço “dos laços que a ligam à China”.
A iniciativa, lançada pela reitoria da UC, vai desenvolver estudos avançados e ações de formação centradas nas relações entre a China, Portugal e os países de língua portuguesa “com foco na área jurídica, numa perspetiva interdisciplinar”, refere uma nota divulgada pela UC.
Sediada no Colégio da Trindade-Casa da Jurisprudência, a Academia Sino-Lusófona tem como diretor Rui Manuel de Figueiredo Marcos, também diretor da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, e como presidente honorário António Pinto Monteiro, professor catedrático da mesma faculdade.
“Após um papel de grande relevância num passado distante, quando Coimbra foi um elemento fundamental da comunicação científica e circulação de estudiosos entre a Europa e a China, sucedeu-se um período de algum distanciamento institucional, que se tem vindo a superar através de várias iniciativas de relevo”, sublinha a nota da UC.

Academia Sino-Lusófona
Rui Manuel de Figueiredo Marcos é o diretor da Academia Sino-Lusófona

As atividades da Academia Sino-Lusófona serão diversificadas e incluem, entre outras, a organização de eventos científicos, a egestão de parcerias com entidades chinesas e a elaboração e publicação de estudos científicos em especial em matéria de direito comparado chinês e português.
A realização de cursos não conferentes de grau e outras ações de formação em matérias de direito chinês e português, ciência da administração, ciência política e políticas públicas, além da prestação de consultoria jurídica e o desenvolvimento de atividades de intercâmbio cultural, são outras ações que a Academia Sino-Lusófona deverá dinamizar.
“A criação da Academia Sino-Lusófona é um marco importante no desenvolvimento das nossas relações com a República Popular da China, que já estão num nível sem igual num passado recente, fruto do investimento estratégico que temos feito. Esperamos criar à volta da Academia um conjunto de parcerias que marcarão o futuro das relações da UC e de Portugal com a China”, conclui o Reitor da Universidade de Coimbra, João Gabriel Silva.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.