Existem mais de 50 mil portugueses inscritos na Segurança Social em Espanha

Data:

Espanha tem mais de 50 mil trabalhadores de nacionalidade portuguesa a descontar para a sua Segurança Social num total de quase dois milhões de estrangeiros, informou esta terça-feira o Ministério do Trabalho, Migrações e Segurança Social.

Os dados da Afiliação de Estrangeiros à Segurança Social espanhola, publicados esta terça-feira em Madrid, indicam a existência de 52.621 portugueses num total de 1.993.210 estrangeiros, dos quais 824.884 da União Europeia, que descontam para o sistema que assegura os direitos básicos dos cidadãos no país vizinho.

Do total de trabalhadores estrangeiros, os grupos mais numerosos são da Roménia (335.471), Marrocos (233.907), Itália (116.845) e China (103.785), seguidos de os do Equador (74.187), Colômbia (65.547), Reino Unido (65.722) e Bulgária (59.496).

As regiões (Comunidades Autónomas) espanholas com mais portugueses inscritos são as de Madrid (11.284), Catalunha (8.298) e Galiza (7.895).

O Ministério do Trabalho espanhol sublinha que no final de setembro passado havia mais 6.002 (+0,3%) de estrangeiros inscritos em relação a um mês antes e que a variação anual também é positiva, 140.102 (+7,56%).

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.