Arqueólogos descobrem no mar Negro uma embarcação intacta com 2.400 anos

Data:

Uma equipa de arqueólogos, cientistas e mergulhadores descobriu, no mar Negro, uma embarcação comercial grega que se julga ser o navio intacto mais antigo alguma vez encontrado.
Análises de carbono já realizadas estimam que a embarcação tenha cerca de 2.400 anos.
Segundo os especialistas, citados pela Associated Press (AP), a embarcação é tão antiga que só era conhecida por desenhos em antigos potes de cerâmica.
A embarcação será semelhante à gravura desenhada num jarrão de cerâmica que está á guarda do Museu Britânico, em Londres, e que será da mesma época, de acordo com as datações de carbono feitas na peça.
Com cerca de 23 metros e ainda com o mastro intacto, bem como os bancos e os remos usados na altura, o navio teria naufragado numa zona conhecida como “cemitério de barcos”, dadas as dezenas de outras embarcações localizadas na área.
O grupo de pesquisadores adiantou que o navio naufragado foi localizado ao largo da costa da Bulgária, a uma profundidade de dois quilómetros, onde a falta de oxigénio ajudou a preservar o material.
O projeto arqueológico ‘Black Sea Maritime Archaeology Project’ (MAP), da Universidade de Southampton, desenvolvido na zona, demorou três anos na pesquisa e utilizou tecnologia de ponta usada pelas companhias de exploração petrolífera.
A indicativa permitiu localizar outras 60 embarcações, incluindo navios romanos que transportavam ânforas.
Uma exposição sobre o projeto será hoje exibida no Museu Britânico.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.