Diploma obriga a limpar faixas até dez metros junto às estradas, mas governo não dá o exemplo

Data:

 

Está na lei e, é referido, que Infraestruturas de Portugal e Instituto de Mobilidade têm de garantir execução do diploma. Este diploma com as medidas para limpeza de faixas até dez metros junto às vias rodoviárias e ferroviárias por parte das entidades gestoras, com o objectivo de defesa contra os incêndios, foi publicado em Diário da República. O plano de actuação para limpeza das bermas e faixas de gestão de combustível da rodovia e da ferrovia pretende “contribuir eficazmente para o Sistema de Defesa da Floresta contra Incêndios” e foi aprovado pelo Conselho de Ministros de 21 de Outubro.

A falta de limpeza já tapa sinais de transito

As medidas deverão ser executadas pela Infraestruturas de Portugal e pelo Instituto da Mobilidade e dos Transportes, “os quais deverão promover a sua execução também através das concessionárias, subconcessionárias e demais intervenientes”.
O diploma determina que, em 2018, a Infraestruturas de Portugal “desenvolva todas as actividades necessárias, nomeadamente de ceifa e de corte selectivo de vegetação herbácea, arbustiva e arbórea até dez metros do limite da faixa de rodagem, nas faixas de gestão de combustível, relativamente à rede rodoviária de que é concessionária”.
Em relação à ferrovia, o documento estabelece que também aqui a empresa deve manter limpa de vegetação uma faixa de até dez metros do limite do carril exterior.


O Governo determinou ainda que estes trabalhos de limpeza das faixas de gestão de combustível na rede viária nacional, com uma extensão total aproximada de 16.000 quilómetros, “serão desenvolvidos de forma mais célere, até ao Verão de 2018, nos eixos rodoviários principais e nas vias dos concelhos com elevado grau de perigosidade de ocorrência de calamidades naturais”.
Distrito de Santarém, concelho de Tomar e a EN 110 é uma vergonha, com ervascal nas bermas e árvores nos taludes que até mete medo.

EN 238 que dá acesso a Ferreira Zêzere idem. Vamos nas estradas que dá acesso a Ourém ou Torres Novas igual cenário. Uma vergonha. O panorama pelo país e até em Auto Estradas e vais portajadas não é muito diferente!
Basta passar nestas vias, em que a vegetação já tapa sinais de trânsito e placas de indicação e informação e obriga peões dentro das localidades a transitar na faixa de rodagem
António Freitas

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.