Montemor-o-Novo recebe as maiores figuras internacionais da canoagem

Data:

A partir de quinta-feira, no Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho, há mais de 1.000 canoístas (1.760 pessoas acreditadas entre comitivas de 66 países) em competição pelos mais importantes títulos internacionais desta disciplina olímpica.

Em Montemor-o-Velho vão estar as maiores figuras internacionais da modalidade, que se juntam aos portugueses Fernando Pimenta e Teresa Portela.

A um ano do apuramento olímpico para Tóquio2020, as seleções fazem os derradeiros testes e experiências para Szeged2019, na Hungria, quando os mundiais valerem ‘bilhetes’ para o Japão.

Indiferentes às estratégias de equipa, os mais fortes canoístas internacionais lutam por títulos mundiais, num grande lote de campeões que, no caso português, têm como expoentes máximos, em ambos os sexos, Pimenta e Portela.

Tricampeão da Europa em K1 1000, Pimenta procura inédito título Mundial, mas terá de enfrentar um significativo número de rivais, incluindo o húngaro Balint Kopasz (campeão da Europa em 2015, precisamente na pista de Montemor-o-Velho) e o alemão Max Rendschmidt, respetivamente prata e bronze europeus em Belgrado, em junho.

Nestas contas entram ainda o checo Josef Dóstal e o dinamarquês René Poulsen, que esta época tem andado mais discreto.

Nas canoas, destaque para o alemão Sebastian Brendel e para o checo Martin Fuksa, que, juntamente com o brasileiro Isaquias Queiroz, prometem ocupar boa parte dos pódios, enquanto o olímpico português Hélder Silva ambiciona ‘mostrar-se’ entre os mais fortes.

Teresa Portela não compete em K1 – vai fazê-lo apenas em K2 e K4 – e não poderá medir forças a solo com as atuais maiores referências mundiais, a neozelandesa Lisa Carrington e a húngara Danuta Kozak.

No K2 500, no qual competirá com Joana Vasconcelos, terá como presumíveis principais rivais as equipas da Nova Zelândia, Hungria e Bielorrússia.

Hungria e Alemanha são, por norma, as grandes potências da modalidade, sendo pontualmente ameaçadas, em termos de medalhas, pela Bielorrússia, Rússia e Polónia.

O Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho já recebeu os Europeus e Mundiais júnior e sub-23, bem como os Europeus absolutos, além de Taças do Mundo.

 

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.