Navio-escola Sagres de visita aos Açores

Data:

Após cumpridos 21 dias de navegação desde que largou da Colômbia, cruzando o Mar das Caraíbas e parte do Oceano Atlântico, o navio-escola Sagres chegou aos Açores.

O navio navegou nas proximidades da Ilha das Flores e do Corvo, seguindo-se o grupo central: Faial, Pico e S. Jorge e por fim Terceira, onde o navio fundeou na manhã do dia 17 de agosto, com o intuito dos cadetes do 2º ano da Escola Naval, que se encontram a realizar a sua Viagem de Instrução, praticarem navegação costeira

No sábado o navio atracou no porto da Praia da Vitória (Terceira) onde permanecerá até amanhã. De seguida rumará ao grupo oriental, estando previsto atracar no dia 22 no porto de Ponta Delgada (S. Miguel).

A viagem de instrução dos cadetes do 2º ano da Escola Naval terminou a 18 de agosto, e ontem iniciaram a viagem de instrução 57 cadetes do 1º ano da Escola Naval, aos quais se juntam 5 cadetes convidados de Marinhas amigas (Brasil, Marrocos, Tunísia e Ucrânia).

O navio esteve aberto para visitas no porto de Praia da Vitória e vai estar também no dia 22 de agosto nas Portas do Mar, em Ponta Delgada, das 14h às 16h00.

O navio-escola Sagres é comandado pelo Capitão-de-fragata António Manuel Maurício Camilo, que conta para esta missão com uma guarnição de 127 militares aos quais acresce os cadetes em viagem de instrução.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.