Tap lança um “flightpass” que pode oferecer descontos até 40%

Data:

O TAP Flight Pass é o novo produto da Companhia destinado a Clientes que viajam com frequência. Trata-se de um passe com quatro a 100 viagens e validade de um mês a um ano

 A TAP lançou um novo produto que tem como alvo os Clientes que viajam com frequência, sejam eles passageiros em viagens de lazer ou negócios. O novo TAP Flight Pass permite ao cliente comprar um conjunto de viagens e obter um desconto de quantidade nessa mesma compra, que pode chegar aos 40 por cento.

O passe pode englobar quatro a 100 viagens e pode ser utilizado por um único passageiro ou partilhado até 30 pessoas, por um período de um a 12 meses.

O TAP Flight Pass poderá ser utilizado em voos dentro de Portugal (Continente e Ilhas) e entre Portugal e a Europa e Marrocos.

Com este novo produto, a TAP espera dar mais uma opção de compra de bilhetes de forma conveniente e económica para os passageiros que, por motivos profissionais ou pessoais, necessitem de viajar frequentemente.

 

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.