Festival de natureza e paisagem ObservaEstrela adiado para setembro

Data:

O primeiro festival de natureza e paisagem ObservaEstrela, que estava agendado para a cidade de Gouveia para o fim de semana, foi adiado para 28, 29 e 30 de setembro, devido às condições meteorológicas adversas previstas.

O festival, que inclui uma feira de turismo e natureza, palestras e oficinas, saídas de campo, gastronomia, entre outras atividades, tem como objetivo “a promoção da relação entre o turismo e a ciência, de uma forma integrada e focando os valores naturais e culturais” da Serra da Estrela.

O ObservaEstrela é organizado pela Associação Geopark Estrela (responsável pela candidatura da Serra da Estrela a Geopark Mundial da UNESCO) e pelo Município de Gouveia, tendo como parceiros o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, o Centro de Ecologia Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens, o Centro de Interpretação da Serra da Estrela e o Turismo Centro Portugal.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.