Projeto Cultura em Rede das Beiras e Serra da Estrela apresentado

Data:

O salão do Ginásio Clube Figueirense recebeu a imprensa para apresentar o projeto da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE): Cultura em Rede das Beiras e Serra da Estrela – Festivais da Zona Antiga das Beiras e Serra da Estrela. Uma iniciativa que pretende constituir uma rede, dentro dos 15 Municípios da CIMBSE, vocacionada para a promoção cultural deste território.

O projeto assenta em 3 áreas artísticas: dança, teatro e música.

O primeiro espetáculo “Ecos do Côa”, uma criação artística dos DEMO em coprodução com a CARB, vai ser realizado no próximo sábado, dia 9 de junho, pelas 22h00, no Largo Serpa Pinto, em Figueira de Castelo Rodrigo. É um espetáculo de dança que reúne participantes dos concelhos de Figueira de Castrelo Rodrigo, Pinhel, Almeida, Trancoso e Meda.

O espetáculo estreia em Figueira de Castelo Rodrigo e posteriormente vai ser apresentado nos restantes concelhos.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.