Museu de Marinha distinguido nos prémios APOM 2018

Data:

Este ano, o Museu de Marinha, com a exposição “Vikings – Guerreiros do Mar”, recebeu a distinção máxima nas categorias de “Exposição Temporária” e “Transporte de Património”, o que atesta a excelência dos resultados obtidos pela equipa que projetou e realizou esta exposição, numa cooperação entre a Comissão Cultural de Marinha, o Museu de Marinha, o Museu da Dinamarca e a empresa MuseumsPartner.

A Embaixada da Dinamarca em Portugal foi também distinguida com o prémio “Cooperação Internacional” pela iniciativa e apoio prestado à realização da exposição “Vikings – Guerreiros do Mar” e pela realização, em 21 de junho de 2017, também no Museu de Marinha, de uma conferência intitulada “Rainhas, Pescas e Cruzadas. Portugal e Dinamarca desde os Vikings até à Era dos Descobrimentos”.

Com este prémio, o Museu de Marinha foi galardoado pelo terceiro ano consecutivo, uma vez que ganhou em 2016 o prémio de “Melhor Merchandising” e em 2017 recebeu uma menção honrosa na categoria “Trabalho de Museografia”. Destaque ainda para o facto de terem concorrido às diversas categorias cerca de 80 entidades associadas da APOM, num total de 253 candidaturas.​

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.