AC Milan excluído das competições europeias

Data:

A câmara ajudicatória do Comité de Controlo Financeiro de Clubes (CFCB) da UEFA anunciou hoje ter decidido excluir os italianos do AC Milan das próximas duas temporadas das competições europeias de futebol.

Em comunicado, o corpo presidido pelo jurista português José Narciso da Cunha Rodrigues explicou que a decisão se deve à quebra nas regras do ‘fair play’ financeiro, em particular “o requerimento de ‘break even’”.

“O clube está excluido de participar nas competições europeias para que se qualifique nas próximas duas temporadas”, com efeitos já em 2018/19.

O clube do internacional , que terminou em sexto lugar e poderia disputar a Liga Europa, foi vendido em abril de 2017 a investidores chineses por 740 milhões de euros.

O consorcio tem estado sob atenção da UEFA, depois de ter investido 200 milhões de euros no último verão para contratar jogadores, entre eles o português André Silva ao FC Porto, e teve depois de pedir um empréstimo a um grupo norte-americano.

Segundo o CFCB, os italianos poderão apelar da decisão para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS).

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.