Sporting: Bruno de Carvalho apaga referência a impugnação de Assembleia Geral

Data:

Bruno de Carvalho, destituído no sábado pelos sócios da direção do Sporting, apagou hoje numa publicação no Facebook a referência à intenção de impugnar a Assembleia Geral na qual os sócios votaram a sua destituição.

A publicação, colocada na rede social Facebook ao início da noite de domingo, anunciava a vontade do dirigente de impugnar a AG e de se candidatar a eleições, previstas para 08 de setembro.

Hoje, Bruno de Carvalho, que no domingo reforçou ainda a intenção de impugnação e de ser ainda presidente da SAD do clube, em entrevistas à TSF e à SIC, retirou a referência à vontade de impugnar a sessão.

“Porque temos de dar a voz aos sportinguistas, mas temos de ser corretos na sua avaliação e depois no cumprimento das formalidades, vou a eleições. Vamos ver quem vence”, pode ler-se no início da publicação, com a menção de ter sido “alterado”.

Antes, o porta-voz da SAD do Sporting, Fernando Correia, disse aos jornalistas que Bruno de Carvalho está à espera de Sousa Cintra, nomeado pela Comissão de Gestão do clube, para “trocarem impressões e cumprir os formalismos necessários”.

Respondendo a notícias que davam conta de Sousa Cintra ter sido barrado à entrada do Estádio de Alvalade, Correia explicou que este “ainda não se apresentou” e que Bruno de Carvalho, destituído no sábado de presidente do clube, mas que reitera ser ainda o presidente da SAD, espera para reunir-se com Sousa Cintra, nomeado por Artur Torres Pereira, presidente da Comissão de Gestão, para lhe suceder na sociedade.

“O próprio presidente do Conselho de Administração da SAD [Bruno de Carvalho] enviou duas mensagens a Sousa Cintra dizendo que estava à espera dele na SAD a fim de trocarem impressões e de ele ocupar o lugar para que foi designado, e cumprir os formalismos necessários”, afirmou Fernando Correia.

Segundo o assessor, clube e SAD “são coisas distintas”, uma vez que o primeiro é o principal acionista do segundo, e Bruno de Carvalho considera que será “ainda presidente do Conselho de Administração da SAD até que se realize uma Assembleia Geral” de acionistas que “resolva o assunto, ao reconduzi-lo ou destituí-lo”.

Questionado sobre uma possível mudança de ideias de Bruno de Carvalho, que no domingo tinha dito, à TSF, que se ia manter como presidente da SAD, Fernando Correia explicou que “é o que se pode concluir”.

“Ontem foi um dia, hoje é outro. As pessoas devem pensar, amadurecer, e se tiverem alguma coisa para retificar, devem retificar”, atirou.

No domingo, primeiro através de uma publicação na rede social Facebook e depois em entrevistas à TSF e à SIC, que pretendia impugnar a reunião e ir a eleições, previstas para 08 de setembro.

A Comissão de Gestão do Clube, liderada por Artur Torres Pereira, tinha anunciado que o antigo presidente do Sporting José Sousa Cintra tinha sido nomeado para a presidência da SAD do emblema lisboeta, em substituição de Bruno de Carvalho, na sequência da votação para a destituição do Conselho Diretivo.

Após o término da AG, Bruno de Carvalho tinha dito aos sócios que não se candidatava “de certeza”, depois de a destituição do Conselho Diretivo por si liderado ter sido aprovada no sábado com 71,36% de votos favoráveis, contra 28,64% de votos no sentido da sua continuidade.

No domingo, explicou que a assembleia estava “ferida de ilegalidades” e que pretendia impugnar a decisão, mesmo que se mantivesse a intenção de ir a eleições para honrar a vontade dos sócios.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.