Falta  menos de um mês para a primeira Gala das 7 Maravilhas em Monsaraz

Data:

 

Foi uma das 7 Maravilhas de Portugal® – Aldeias eleita em 2017 e acolhe este ano a primeira das 7 Galas eliminatórias na eleição das 7 Maravilhas à Mesa®. Monsaraz inaugurou esta semana o seu photopoint, marco da recém criada rede entre as 7 eleitas o ano passado. A 22 de julho vai ser palco de estreia do prime time de domingo da RTP para este verão.

Realizou-se em Reguengos de Monsaraz um programa RTP Mais Perto, em que a vila de Monsaraz foi homenageada pela eleição como Maravilha de Portugal em 2017. Foi inaugurado o quinto de sete photopoints instalados com vista privilegiada para as 7 Maravilhas de Portugal® – Aldeias.

O programa contou com a presença de António Ceia da Silva, presidente do Turismo do Alentejo, de José Calixto, presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz, entre outros convidados que mostraram o melhor do turismo, gastronomia, cultura e tradição da região. Estiveram presentes outros dois municípios alentejanos, que se deslocaram a Reguengos de Monsaraz para apresentar as suas mesas candidatas: Vidigueira e Borba.

Assinala-se  o countdown de um mês para a primeira de sete Galas eliminatórias na eleição das 7 Maravilhas à Mesa®.

O roadshow de 2018 começa em Monsaraz a 22 de julho, segue-se Batalha a 29 de julho, Viseu a 5 de agosto, 12 de agosto em Alijó, 19 de agosto em Odemira, a 26 de agosto em Tomar e 2 de setembro em Lagoa.

O calendário inclui ainda um programa especial de balanço a 8 de setembro no Pico, Açores. As 7 mesas eleitas são reveladas na Declaração Oficial das 7 Maravilhas à Mesa® em Albufeira, a 16 de setembro.

As Galas são apresentadas por Catarina Furtado e José Carlos Malato, todos os domingos, em direto para a RTP e RTP Internacional. O conceito criativo vai ser revelado brevemente.

Sobre as 7 Maravilhas à Mesa®

O grande objetivo das 7 Maravilhas à Mesa® é promover as regiões e o mundo rural, através da gastronomia e dos vinhos, fomentando o turismo e as experiências no território. Um país tão pequeno, mas tão rico na sua diversidade de pratos de norte a sul do país e ilhas e no desafio da sua harmonização com os vinhos produzidos localmente e a oferta turística adjacente.
Em cada uma das 7 galas com emissão televisiva serão eleitas 2 mesas finalistas, num total de 14.
Os vencedores serão os mais votados numa 8ª gala em Albufeira, a Finalíssima, obtendo-se um roteiro eno-gastronómico único, de expressão nacional.
O projeto conta com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República.
Conta ainda com o Apoio Institucional do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, do Ministério do Mar, da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, da Secretaria de Estado do Turismo e do Turismo de Portugal.
É desenvolvido em parceria com a AMPV – Associação de Municípios Portugueses do Vinho, e a AHRESP – Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal.
O Conselho Científico é constituído pela Associação Cozinheiros Profissionais de Portugal, a Associação Portugal Genial, a Federação das Confrarias Báquicas de Portugal, a Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas, o IVV, a RIPTUR – Rede de Instituições Politécnicas do Turismo e o Turismo de Portugal.
A RTP é a Televisão Oficial .

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.