Sporting: Bruno de Carvalho aceita destituição se AG for fidedigna

Data:

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, declarou que abandona o clube caso os sócios votem a favor da sua destituição, mas só no caso de a Assembleia Geral, agendada para sábado, decorrer de forma “fidedigna”.

“Se receber um não e tudo naquela Assembleia Geral for fidedigno, não só não meto mais lá os pés, como escusam de me expulsar de sócio, porque não me recandidato. A única coisa que vou pedir é alguém que me vá lá buscar as coisas ao escritório”, afirmou Bruno de Carvalho, em declarações à Sporting TV.

A dois dias da Assembleia Geral, que vai decorrer na Altice Arena, o dirigente ‘leonino’ lançou um desafio ao presidente da Mesa, Jaime Marta Soares, para que “tudo decorra na total normalidade”.

“Ele (Marta Soares) desfaz amanhã (sexta-feira) a Comissão de Fiscalização que criou e a Comissão de Gestão que criou. Eu amanhã desfaço a Comissão de Transição da Mesa da Assembleia Geral que criei e a Comissão de Fiscalização que criei. Paramos todos também com as providencias cautelares e com isso o Conselho Diretivo vai estar em pleno funcionamento na Assembleia Geral”, explicou.

O presidente ‘leonino’ quer ainda indicar “três elementos” para a Mesa da AG.

“Ele (Marta Soares) lidera a Mesa da Assembleia Geral com Eduarda Proença de Carvalho e três elementos que eu indico. E, se a destituição do Conselho Directivo não for votada, marca a AG para debater a alteração estatutária e o orçamento e marca eleições para a Comissão de Fiscalização e para a nova MAG”, frisou.

Caso isto não aconteça, Bruno de Carvalho reafirmou que não vai marcar presença na Altice Arena.

“Se for, sento-me onde? Fico onde? Não faz sentido nenhum. Não tenho problema nenhuma em sentar-me junto aos sócios, mas isso não faz sentido nenhum”, considerou.

A AG vai decorrer na sala Atlântico do Altice Arena, com início às 14:00, embora a abertura das portas aconteça pelas 12:00 para que todos possam ir ocupando os seus lugares. A votação encerra às 20:00, mas todos os sócios que estejam ainda na fila para votar poderão fazê-lo.

Aos sócios será perguntado se pretendem ou não a “revogação coletiva, com justa causa, do mandato dos membros do Conselho Directivo”, segundo relevou o Jaime Marta Soares à Lusa, avançando que as respostas possíveis são “sim”, “não” ou “abstenção”.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.